Luciano Cazz

Luciano Cazz
71 ARTIGOS 0 COMENTÁRIOS
Ator e escritor. Autor do livro "A tempestade depois do arco-íris"e do blog Inspirando Luz.

Abra o olho. Há muito lobo vestindo pele de cordeiro

Da mesma forma que uma pessoa extrovertida e expansiva pode, sim, esconder uma insegurança enorme. As pessoas aparentemente tímidas podem ser a mais audaciosas,...

A falta de zelo por parte da mãe abre uma ferida...

“Eu quero a minha Mãe” é uma expressão bem comum, mas remete a muito mais do que uma simples vontade. Ela exprime um pedido...

Quem procura apoio em galho fraco, quebra a cara

Apoio e conselhos não se tem de qualquer um. Algumas pessoas são escoras muito frágeis para sustentar a sua dor e podem fazer você...

Sejam amigos dos seus filhos sem jamais deixarem de ser pais

Muitos pais sentem-se culpados por exercer autoridade sobre seus filhos. Às vezes porque ficam muito tempo longe e não querem fazer o papel do...

Não tenha vergonha dos seus problemas porque existem problemas maiores no...

Às vezes, reclamamos da pobre casa que temos, mas quando caminhamos na rua e vemos tanta gente sem teto nos sentimos culpados. Desejamos não...

Afaste-se de quem lhe coloca em depressão. Viva ao lado de...

As melhores pessoas que cruzam nossa vida são aquelas que nos inspiram a ser melhores o tempo todo. Pode ser um desconhecido senhor ou...

A oportunidade de ajudar alguém pode ser uma prova enviada pelo...

Às vezes, estamos precisando muito de alguma coisa, entretanto o que cai em nossas mãos é uma oportunidade para o outro. Como estamos ansiosos...

“Ali onde chorei, qualquer um chorava, a volta por cima que...

Quem nunca levou uma rasteira ou foi traído por alguém que nem podia imaginar? Quem nunca teve o coração partido, esmagado por aquela pessoa...

Não desista do sucesso por amor a quem espera pelo seu...

Muitas vezes as pessoas que mais estimamos desejam, inconscientemente, que a gente não se dê bem. Pode nem ser uma questão pessoal, mas o...

Quando se quer bem não existe por cima ou por baixo,...

É! Não podemos acabar com as injustiças do mundo. Mas podemos acabar com nossa guerra pessoal que mata os bons sentimentos. Desfazer-se das granadas...