Eu sei que agora isso não faz sentido para ti. Eu sei que não consegues encontrar uma maneira de empacotar as confusões desordenadas e todas as manobras erradas. Eu sei que gostarias de ter as dificuldades e a dor com um belo arco e guardá-las em algum lugar nas profundezas do teu armário. Eu sei que queres esconder a dor em outro lugar, então não tens que continuar a sentir isso de novo e de novo.

Mas em vez disso, aqui estás tu, a sentir tudo. Aqui estás com a dor a fluir nas tuas veias, correndo pelo teu corpo. Aqui estás tu, a abraçar os joelhos no peito e a balançar para frente e para trás na cama, segurando as lágrimas e a tentar consolar o teu coração exausto.

Desejas que alguém ou algo venha e te salve. Desejas que alguém possa puxar-te para um abraço caloroso e juntar todos os teus pedaços partidos.

“Aqui estás apenas à espera para te sentires bem novamente.”

Mas aqui estás tu, envolto no teu cobertor de flanela, a rezar por um milagre. Aqui estás à por um pequeno pedaço de algo bom para ser plantado na tua vida. Aqui estás tu, sentada ao luar, olhos com lágrimas, só à espera que a tempestade passe. Aqui estás apenas à espera para te sentires bem novamente.

Minha querida, logo será a tua vez. Logo as estrelas brilharão para ti novamente. Eu prometo, mas até então, vais esperar pacientemente. Até então, vais manter o teu coração no peito, apesar do quanto dói. Até lá vais ter que manter a promessa de que o teu tempo está a chegar.

Deita-te e respira fundo. Puxa os teus cobertores até o queixo. Esta noite podes ter que dormir com a dor ainda em ti. Podes ter que dormir com a dor. Mas à medida que os teus pensamentos se confundem em aquarelas à medida que te aproximas cada vez mais do sono, espero que a dor diminua e a dor desapareça. E espero que os teus últimos pensamentos sejam esperançosos. Espero que os teus últimos pensamentos te lembrem de uma época em que as coisas estavam melhores. Porque em breve será o teu tempo novamente. Em breve as coisas serão melhores. Eu prometo.

“Acredita que és maior do que a dor que sentes.”

Então, por favor, acredita em algo bom. Acredita que a dor acaba. Acredita que és maior do que a dor que sentes. Os desgostos desordenados e a sensação de afundar na boca do teu estômago não durarão para sempre. Os teus olhos não ficarão cheios de lágrimas para sempre. Um dia destes, tudo ficará bem. Vais brilhar novamente. Vais sentir-te como tu mesma novamente. Vais amar de novo.

Mas até então, cuida bem de ti mesma. E cuida bem do teu coração.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Thought Catalog

Autora: Colleen George

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!