Não é preciso tendência. Seja grande ou pequeno, discreto ou extravagante, básico ou muito elegante, os brincos são um dos acessórios preferidos e complementares de looks das mulheres – e muitos homens também.

Porém, muitas das adeptas têm um pequeno inconveniente ao usá-los: só podem usar brincos de ouro, para ter os lóbulos das orelhas todas machucadas. Por isso, para não ter a orelha toda infeccionada, devem deixar de usar qualquer tipo de bijuteria.

Se caso insistir, terá muita coceira, vermelhidão, inflamação e até supuração no lóbulo da orelha. Isso acontece devido a uma reação alérgica cutânea, conhecida como eczema alérgico.

O principal elemento causador dessa reação, que pode até se tornar uma infecção forte, é o metal níquel, que compõe praticamente todas as bijuterias, além de formar ligas em peças de prata e ouro branco.

Apesar de não ter como evitar essa condição, existem algumas coisas que você pode fazer para combatê-la.

Experimente colocar uma camada de esmalte ou base transparente na parte de trás do brinco que deseja usar. Isso funcionará como um isolante e evitará que sua pele entre em contato direto com o metal.

Outra opção é procurar brincos cujo pino seja de plástico, mesmo que o formato do brinco seja de outro material.

Existem também linhas de joias de prata ou ouro branco que garantem ligas livres de níquel. Por fim, você pode optar por brincos de aço cirúrgico ou de titânio, já que eles não contêm o temido metal altamente alergênico.

E não são só com brincos das orelhas. Piercings em outras partes do corpo produzidos com níquel também podem causar reação nas pessoas que possuem alergia a esse material.

Imagem de Capa: Canva

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!