O drama dos homens quando estes adoecem é bem conhecido, parecendo que o mundo vai acabar de cada vez que ficam com gripe. Contudo, de acordo com um estudo, a realidade é que estes realmente sofrem mais do que as mulheres quando ficam doentes.

Este estudo em questão foi realizado por Kyle Sue, da Universidade Memorial de Newfoundland, no Canadá que, cansado de ser constantemente acusado de exagerar nos sintomas de cada vez que ficava doente, decidiu provar a todos que na realidade o seu “exagero” tinha uma razão de ser.

“os homens precisam de duas vezes mais tempo para se recuperarem de uma gripe”

Numa pesquisa baseada em estudos anteriores, Kyle confirmou que os homens precisam de duas vezes mais tempo para se recuperarem de uma gripe, além de que os homens adultos têm duas vezes mais chances de acabar no hospital do que as mulheres da mesma idade, independentemente da doença. Segundo este, a forte resposta imunológica das mulheres em comparação à dos homens devem-se muito à presença de hormonas femininas que acabam por impulsionar a mesma.

“Os homens provavelmente não exageram nos seus sintomas. Eles podem ter uma resposta imunológica mais fraca aos vírus respiratórios, causando maior morbidade e mortalidade do que as mulheres”, explica Kyle.

Contudo, não existe uma certeza exacta de que isso seja verdadeiro, até porque o próprio autor do estudo revelou que não teve em conta alguns factores, como por exemplo, quantos indivíduos fumam, ou até que os homens têm menos cuidados com eles mesmos e a procurar medicação, do que as mulheres.

Ver também: Estudo afirma que homens com barba fazem os melhores namorados

Ainda assim, tal como Kyle afirmou, serão necessários mais estudos para controlar outros factores que eventualmente possam influenciar essa diferença entre os homens e as mulheres.

“As mulheres são mais resilientes? Elas são capazes de fazer mais coisas quando estão doentes? Ou os sintomas não são tão graves? Não temos a certeza da resposta. Mas acho que todos deveriam ter o benefício da dúvida em caso de doença”.

“Eu estou esperançoso de que na próxima vez que os homens sejam criticados por exagerarem nos seus sintomas, eles possam dizer ‘ei, olha para este estudo, aqui está a prova de que eu não estou a exagerar!'”, acrescentou.

Será mesmo?? 🤔

Fonte: The Guardian

VEJA TAMBÉM




COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!