Eu não acredito que tudo acontece por um motivo.

A maioria das coisas que nos acontecem nesta vida, não estamos preparados para elas. A nossa existência é aleatória e imprevisível. Azares acontecem, as coisas juntam-se apenas para se desmoronarem, e ainda assim encontramos um jeito de continuar na mesma. Encontramos uma força oculta nos nossos ossos trémulos para avançar, apesar de não sabermos o que vai acontecer a seguir; o que poderia dar errado a seguir? Nós só temos o nosso passado como modelo. É a única coisa que sabemos com certeza. O futuro é um quadro em branco. Tudo pode acontecer, tanto bom quanto mau.

E isso é ao mesmo tempo reconfortante e realmente assustador.

Uma das boas coisas que esperamos que aconteça connosco é o amor. Como seres humanos, estamos conectados por amor. Sim, podemos dizer que é apenas uma reação neuroquímica, mas se é assim que somos criados biologicamente, isso é muito bonito, não? E como faz literalmente parte de nossa natureza amar e ser amado, a maioria de nós passará as nossas vidas à procura disso. Alguns de nós encontrarão a pessoa certa logo no início, mas muitos não. E para alguns de nós que não encontramos o amor, começamos a comparar-nos com amigos e familiares e com pessoas aleatórias que nunca conhecemos e que encontraram o amor e tornaram-se cínicas e amargas. Cansadas. Tristes.

“(…)”por que é que isso não aconteceu connosco e também começamos a preocupar-nos que isso nunca acontecerá.”

Começamos a perguntar-nos por que é que isso não aconteceu connosco e também começamos a preocupar-nos que isso nunca acontecerá. Por sua vez, convencemos-nos de que estamos “estragados”, indesejados e não amáveis. Elaboramos listas na nossa mente sobre o motivo pelo qual estamos atualmente solteiros e retornamos a esses motivos quando é tarde e estamos sozinhos e tudo está a doer. É um maldito ciclo vicioso.

Mas sabes uma coisa? Na vida, a maioria das coisas não as vemos chegar. Somos constantemente apanhados desprevenidos e surpresos.

E se a maioria das coisas na vida não vemos, por que é que devemos esperar que o amor seja diferente?

Acredita em mim quando digo que o amor vai encontrar-te quando menos esperas.

Alguns chamam isso de surpresa, a descoberta de algo bom quando não estavas a olhar. Alguns chamam isso de destino, que aquilo que estiver destinado a acontecer, acontecerá. Alguns afirmam que é sorte, o funcionamento do universo, de Deus, etc. Quaisquer que sejam as forças por trás dessa coisa chamada amor, precisas de confiar que isso existe aí para ti se quiseres.

Não podes planear isso. Não há uma fórmula. Não é uma ciência. Não há razão para isso não ter acontecido antes. Estamos sempre a pensar que devemos estar noutro lugar com outra pessoa, mas a verdade é que estás exatamente onde precisas de estar, bem aqui, agora mesmo. Deixa tudo ir. Deixa tudo desmoronar. E o mais importante, deixa tudo ser.

“Pára de perseguir pessoas que não querem ser apanhadas.”

Pára de forçar relacionamentos que sabes que não são bons para ti. Pára de perseguir pessoas que não querem ser apanhadas. Pára de passar por aplicativos de namoro porque achas que precisas de encontrar alguém AGORA ou nunca será.

Em vez disso, aproveita. Vive a tua vida. O amor vai seguir-te. Ele segue-te sempre.

Por favor, apenas dá tempo e pára de procurar porque o amor encontra-te, e não o contrário.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Thought Catalog

Autora: Molly Burford

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!