Um pai americano, da Carolina do Sul, teve sua filha recém-nascida secretamente colocada para adoção por sua ex-namorada sem seu consentimento.

Christopher Emanuel havia se inscrito no registro de paternidade responsável e era legalmente pai de sua filha, Skylar. Porém, no decorrer desse processo, em 4 de fevereiro de 2014, também era obrigatório notificá-lo caso sua mãe decidisse colocá-la para adoção.

Surpreendentemente, apenas duas semanas depois, Skylar foi adotada por uma família de San Diego, Califórnia, também nos Estados Unidos. E Christopher, nem mesmo estava listado nos documentos como seu pai biológico.

Aparentemente, as autoridades não informaram o pai sobre o processo de adoção de sua própria filha.

De acordo com as leis locais, os pais fora da Carolina do Sul têm o direito de adotar uma criança nascida no estado apenas em circunstâncias incomuns. Como a pequena Skylar é birracial, ela se enquadra nessa categoria.

O pai, obviamente, ficou indignado e decidiu lutar para ter sua filha de volta. Ele procurou ajuda no sistema judiciário no local de nascimento de Skylar. Ele comentou:

“Esta foi a minha oportunidade de provar que fui privado de que a minha constituição e direitos do Estado foram violados. Minha filha estava em San Diego, com a perspectiva do casal adotivo, onde seu nome foi alterado. Tenho documentação médica chamando minha filha de outro nome e ela nunca foi legalmente adotada”.

Christopher demorou quase um ano para reconquistar a custódia de sua própria filha. Felizmente, depois de apresentar registros do tribunal mostrando que seus direitos paternos foram rescindidos sem sua permissão e expressando vontade de adotar Skylar, um juiz eventualmente apoiou sua posição.

Christopher finalmente conseguiu a guarda exclusiva de sua filha.

A batalha desafiadora o inspirou a ajudar outros pais que enfrentam obstáculos semelhantes. Ele começou uma fundação chamada Sky Is The Limit, que orienta pais de todo o país sobre seus direitos parentais.

Imagem de Capa: Facebook

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!