Perder a primeira pessoa com quem já sentiste uma verdadeira conexão é uma das coisas mais difíceis que já viveste. Finalmente encontraste alguém que simplesmente te percebe, e agora tudo o que resta é um coração partido e um fluxo interminável de perguntas sobre como é que isso poderá ter chegado a esse ponto. Perguntas-te por quê, e nenhuma resposta parecer boa o suficiente. Sentas-te e desejas que as coisas melhorem e que esse amor volte para ti. Os teus amigos e familiares tentam consolar-te e assegurar-te que um dia esse tipo de amor te encontrará novamente.

Mas sempre que eles dizem que vais encontrar esse amor novamente, fica a saber que, na verdade, não vais.

Não é que nunca vás amar de novo porque vais. Vais conhecer alguém e talvez haja outros além dele, e irás amá-los profundamente, mas nunca será o que tiveste antes.

O amor que compartilhaste com alguém que não tens mais é um amor único que só vocês dois já conheceram.

“Nós não podemos e não permaneceremos os mesmos (…)”

Não és a pessoa que amou no passado, estás a amar agora no presente e nunca poderás repetir o mesmo amor. Mesmo se voltares para os braços do teu maior amor, vocês os dois terão mudado desde o último momento em que compartilharam algo juntos, então esse novo amor será diferente. Nós não podemos e não permaneceremos os mesmos, então só faz sentido que o nosso amor cresça e mude junto connosco.

Sim, ele pode ter sido o teu maior amor até agora, até mesmo o teu amor favorito, mas haverá mais além dele. Nunca será como foi, mas tudo bem.

“(…) agora é hora de seguir em frente e descobrir o que mais a vida tem reservado para ti.”

Viver no passado inibe-nos de realmente desfrutarmos do nosso presente, por isso abraça o novo amor que encontrarás em vez de desejares o amor que já tiveste. Isso serviu-te, mudou-te, e agora é hora de seguir em frente e descobrir o que mais a vida tem reservado para ti.

Quando vocês os dois terminaram, não foi o fim da bela história de amor da tua vida; era a hora de virar a página.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Thought Catalog

Autora: Becky Curl

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!