As mulheres têm a liberdade e direito de decidir se querem ou não ter filhos, no entanto, cada vez mais surgem mulheres jovens que não apenas estão decididas não ter filhos, como também passam por procedimentos de esterilização para ter 100% de certeza de não tê-los.

É o caso de Abby Ramsay, uma jovem de 24 anos que compartilhou com o mundo a decisão de se submeter a dois procedimentos para não ter filhos. Um desejo que ela tinha desde os 16 anos e que levou anos para finalmente ser realizado.

Abby levou seis anos para encontrar um médico disposto a realizar a cirurgia nela, pois muitos profissionais recusaram o procedimento devido à sua idade e “a possibilidade de arrependimento”.

Em um vídeo viral, Abby aparece em um parque se aproximando de uma “caixa revelação” onde está escrito “Parabéns” na lateral. Abrindo-a, ela retira uma pasta que diz: “É uma… esterilização!”


Abby contou todo o processo de se submeter a uma cirurgia combinada, incluindo a salpingectomia bilateral, na qual os médicos removeram ambas as trompas de falópio, juntamente com a ablação endometrial, cirurgia de remoção de uma camada do endométrio, o tecido que reveste o útero.

Em sua publicação no Instagram, Abby revelou que esse é um sonho que tinha há muito tempo: “Eu decidi viver a vida livre de criança desde que eu tinha pelo menos 16 anos. Quando fiz 19, decidi começar a procurar a esterilização permanente. A primeira obstetra que eu trouxe isso me disse que eu precisava de terapia (eu já estava fazendo terapia na época) e me disse que ela não iria discutir isso comigo.”

Abby procurou muitos outros médicos que só a deixaram frustrada no mínimo e traumatizada no máximo. “Fui infantilizada e não fui ouvida e não fui levada a sério. Disseram-me que eu era jovem demais para tomar uma decisão tão permanente e depois disseram que eu deveria ter um bebê no mesmo instante, como se isso fosse de alguma forma menos permanente.”

Seis anos depois, Abby conseguiu encontrar uma equipe médica disposta a realizar as cirurgias que tanto ela queria.

“Conheço meu corpo e sei o que é certo para mim, e quero agradecer aos meus médicos por reconhecerem isso e trabalharem com minhas necessidades. Precisamos de mais médicos assim.”, desabafou.

Após sua publicação, Abby tem recebido comentários negativos assim como outros que concordam que é uma decisão individual.

“Embora eu tenha muitos motivos para não querer engravidar e não querer ter filhos, desde genética até medos e preocupações médicas, no final das contas, ‘não quero filhos’ é motivo suficiente e deve ser respeitado”, concluiu Abby.

Imagem de Capa: Reprodução

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!

47 COMENTÁRIOS

Comments are closed.