A sociedade tem a ideia de que as pessoas que sofrem de Síndrome de Down são incapacitadas, mas a verdade é que a maioria delas consegue ter uma vida normal, chegando mesmo a trabalhar ou até mesmo a praticar desporto, provando a todos que estão errados.

Valerio Catoia é um jovem de 17 anos que provou a todos ser um verdadeiro herói ao salvar duas meninas de morrerem afogadas no mar.

Um certo dia em que estava com o pai na praia, o jovem apercebeu-se dos gritos de duas meninas que se encontravam no mar. As pequenas de 10 e 14 anos estavam presas na corrente e não estavam a conseguir sair.

Valerio rapidamente levantou-se e começou a correr para o mar, nadando até às meninas e puxando-as para a areia com a ajuda do pai. Assim que estes chegaram à costa, dois socorristas apareceram e tomaram conta do resto da situação.

O jovem sempre adorou nadar, desde pequeno, tendo começado a ter aulas de natação com apenas 3 anos. Com o seu esforço e dedicação, conseguiu ganhar músculo e resistência, permitindo-lhe assim tornar-se num excelente nadador aos 17 anos. Valerio também teve lições de primeiros socorros, principalmente no mar, e até chegou a participar nas Olimpíadas Especiais.

Com a sua coragem, o jovem mostrou a todos que não só não é incapacitado – como muitos pensam – como até foi capaz de fazer algo que mais ninguém fez perante uma situação de aflição.

Este seu acto de heroísmo valeu-lhe uma medalha entregue pelo próprio ministro italiano do Desporto, Luca Lotti, que fez questão de e receber e congratular pessoalmente. 🙏

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!