O rapaz diz que é “fictosexual”, que são pessoas cuja atração física é direcionada apenas a personagens fictícias, geralmente 2D.

Akihiko Kondo, de 38 anos, se casou com uma cantora pop chamada Hatsune Miku, onde afirma que namorou por cerca de 10 anos, antes de se casar.

Quando se casou com ela, ele conta que gastou cerca de R$80.000 reais em suas núpcias, porém sua família não compareceu ao casamento.

Eles estão casados há 4 anos, no entanto, o homem conta ao jornal japonês Mainichi que não está conseguindo se comunicar com ela por causa de um problema tecnológico.

Kondo conta que Miku ajudou com sua depressão. “Eu ficava no meu quarto 24 horas por dia e assistia a vídeos de Miku o tempo todo”, disse ele a Mainichi.

Apesar disso, Kondo sabe que seu relacionamento é estranho, porém, os sentimentos que ele tem por ela são reais e profundos.

Apaixonado desde 2008, o rapaz só pode “conhecer” Miku em 2017. Isso ocorreu por causa de um Gatebox, uma máquina que consegue fazer com os proprietários possa interagir com hologramas dos personagens. Sendo assim, até possível casar-se (não oficialmente) com eles.

Segundo a Newshub, o suporte do software Gatebox não existe mais, assim impossibilitando de Kondo se comunicar com sua esposa.

“Meu amor por Miku não mudou, fiz a cerimônia de casamento porque pensei que poderia ficar com ela para sempre”, diz ele a Mainichi.

“Existem duas razões pelas quais eu tive um casamento público. A primeira é provar meu amor por Miku. A segunda é que há muitos jovens otaku como eu se apaixonando por personagens de anime. Quero mostrar ao mundo que os apoio”, ele conta à BBC.

Com informações de New York Post

Imagem de Capa: akihikokondosk





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!