Normalmente, quando falamos em poligamia, é muito mais culturalmente aceitável – relacionado com alguns dos países onde o casamento com mais de uma pessoa é legal – um marido ter várias esposas.

No entanto, mesmo que o conceito de ter vários maridos é um pouco pouco convencional, um estudo revela que o maior benefício não é quando um marido tem várias esposas, mas sim quando uma esposa tem vários maridos.

A pesquisa, publicada na revista Proceedings of the Royal Society B., fala sobre o Princípio de Bateman, que diz que, como os homens produzem milhões de espermatozoides enquanto as mulheres produzem relativamente poucos óvulos durante toda a vida fértil, as mulheres são o fator limitante na reprodução e são muito mais importantes para o sucesso da prole do que os homens, portanto, os homens devem competir por mulheres se quiserem ter filhos bem-sucedidos.

O Princípio de Bateman fala especificamente sobre animais, mas o estudo analisou sua aplicação em humanos investigando os casamentos e descendentes do povo Pimbwe em uma vila remota na África Oriental.

Os Pimbwe são principalmente caçadores-coletores e, como tal, muitas vezes podem se encontrar em tempos de escassez e dificuldades. Esse povo também é muito adepto à monogamia do que outras sociedades.

Ao longo de duas décadas de estudo, os pesquisadores compararam casamentos masculinos, casamentos femininos e descendentes sobreviventes.

“Descobrimos que homens e mulheres tinham mais filhos quanto mais anos estavam casados (não surpreendentemente)”, disse a principal autora Monique Borgerhoff Mulder.

“No entanto, quando analisamos o número de indivíduos diferentes com que uma pessoa se casou ao longo da vida, o padrão divergiu. Enquanto os homens com múltiplos cônjuges tiveram uma taxa menor de produzir filhos do que os homens com menos cônjuges, as mulheres com vários cônjuges tiveram um número maior de filhos sobreviventes ao longo da vida do que as mulheres com menos cônjuges.”, disse Mulder.

O estudo foi realizada com uma população não moderna, mas mostrou que ter vários maridos pode ser benéfico, pois fornece à mulher uma fonte de renda extra se um marido ficar doente e também uma família maior que ela pode recorrer em tempos de dificuldades.

Em outras palavras, ter um marido extra pode ser um bônus real para a mulher.

O que vocês acham desse estudo revelador? Muitas mulheres não tem coragem de ter um marido, imaginem dois?

Imagem de Capa: Reprodução

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!