Não aprendemos a desenvolver nosso amor próprio desde a vida infantil. Ele vem com o tempo, quando tentamos nos conhecer aos pouquinhos. Não é somente olhar para o espelho e ver a pessoa mais importante da sua vida ali. É muito mais que belos olhos, um cabelo espetacular e um coração que preenche a alma. Não é egoísmo, é apenas se colocar em primeiro lugar.

Aprendemos que o amor deve vir em primeira instância, pelos nossos pais, irmãos, amigos, mas esquecemos de cultivar anteriormente o amor próprio. É o cuidado diário consigo mesmo, desde o aquecimento do coração até se tratar sempre bem. Claro que cometeremos erros, decepcionaremos a nós mesmos e aos outros como tomamos café diariamente, seja pela manhã ou de tarde. Mas nada disso importa. Afinal, somos humanos e isso também é belo em nós. Voltar atrás, pedir desculpas, praticar o Ho’oponopono são atrativos para o perdão, cuidado, e sim, ao amor próprio também.

“(…) procure se compreender, se conhecer e perceber o mundo infinito que existe dentro de você.”

Assim como você cuida do outro, ele te exige atenção e carinho, procure se compreender, se conhecer e perceber o mundo infinito que existe dentro de você. Mesmo que alguém tenha te tratado mal algum dia, lembre-se que o problema é dessa pessoa. Sua essência, o que é jamais irá se perder. E quanto mais nos conhecemos mesmo com as nuvens ou sombras, saberemos que tomar uma xícara com nosso próprio eu é fundamental para enfrentar o dia a dia.

Não brigue com o seu comportamento, não julgue suas intenções ou mesmo se desmereça. Tenho certeza que existe um arco-íris dentro de você mesmo que as tempestades insistam em ficar.

“(…) a colheita da rosas que existe dentro de você precisa estar perfumada (…)”

Lembre-se que elas sempre passam, e o colorido em alguém ou alguma situação sempre fica. Para plantar é necessário atenção dobrada, maestria, porém, a colheita da rosa que existe dentro de você precisa estar perfumada porque cada ser que vier a tocar sua alma ficará eternamente em suas lembranças e memórias.

Por: Caroline Santana

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!