Às vezes, não encontrar o homem certo pode ser muito mais gratificante do que você pensa. Apesar de todos os estereótipos a respeito da missão de uma mulher neste mundo, as mulheres solteiras sem filhos ficam perfeitamente felizes em permanecer assim.

O especialista em felicidade Paul Dolan, professor de ciência comportamental na London School of Economics, afirma que as mulheres solteiras sem filhos são, na verdade, as mais felizes.

De acordo com Psychology Today, o especialista argumenta que, embora os homens se beneficiem do casamento, o mesmo não se aplica necessariamente às mulheres.

De acordo com Dolan, enquanto os homens casados são mais saudáveis e prósperos, as mulheres casadas têm um risco maior de complicações mentais e físicas em comparação com as mulheres solteiras. O autor de “Happy Ever After” observa:

“O subgrupo mais saudável e feliz da população são as mulheres que nunca se casaram ou tiveram filhos”.

O especialista em Felicidade também afirma que o sucesso pode não ter nada a ver com contentamento.

Opondo-se à ideia da sociedade de que a carreira, a educação ou as realizações relacionadas à família levam à satisfação, Dolan diz que “os símbolos tradicionais de sucesso estabelecidos há muito tempo não se correlacionam necessariamente com os níveis de felicidade”. Portanto, nada impede a felicidade de uma mulher solteira.

Além disso, de acordo com um estudo da analista de dados Mintel, as mulheres se contentam muito mais em ser solteiras do que os homens. Essas descobertas têm muito a ver com o fato de que, nos relacionamentos heterossexuais, as mulheres costumam trabalhar muito mais do que seus parceiros.

Emily Grundy, professora da Universidade de Essex, declara:

“Há evidências de que as mulheres gastam mais tempo com tarefas domésticas do que os homens e eu acho que elas também fazem mais trabalhos emocionais – então elas ainda fazem mais tarefas domésticas e cozinham e outras coisas, bem como mais trabalho emocional.”

Além disso, a Dra. Grundy insiste que as mulheres tendem a se socializar melhor, enquanto os homens dependem fortemente de suas parceiras. A especialista afirma:

“As mulheres tendem a ser melhores em ter redes sociais alternativas e outros confidentes, enquanto os homens tendem a depender muito de suas esposas para isso e têm menos outros laços sociais.”

Além disso, muitas mulheres solteiras são mais seletivas na escolha de um parceiro.

Às vezes, tudo se resume ao fato de que algumas mulheres demoram um pouco mais até doar o coração. Em vez de se apaixonarem pelo primeiro cara que lhes dá um pouco mais de atenção, elas preferem esperar até encontrar aquele que as amará como elas são, ao mesmo tempo que as inspira a desvendar seu verdadeiro potencial.

Além disso, a pesquisa de Kinneret Lahad, intitulada “A mulher solteira seletiva como um novo problema social”, explica que a seletividade moderna é um conceito em mudança.

Enquanto um estudo do século 19 afirmava que a seletividade estava intimamente relacionada a altos valores morais, hoje em dia, ela depende de “uma multiplicidade de fatores e se relaciona com diferentes realidades sociais”.

De qualquer forma, parece que muitas mulheres solteiras e sem filhos são muito mais felizes e se sentem muito mais realizadas do que as mulheres casadas, apesar da opinião da sociedade sobre o valor do contentamento feminino.

Por I Heart Intelligence

Traduzido e Adaptado por Equipe Sábias Palavras

Imagem de Capa: Reprodução

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!