O jogador argentino naturalizado italiano Emiliano Salas pegou um avião da França para Cardiff no Pais de Gales, para se apresentar ao novo clube como a maior contratação da história do time britânico. Antes de embarcar, o jogador enviou uma mensagem a um amigo dizendo que a aeronave estava em péssimas condições e que se ele não chegasse ao destino, certamente seria por uma tragédia. E foi exatamente o que aconteceu. O avião caiu e foi encontrado no Canal da Mancha à 63 metros de profundidade e, entre as ferragens, não só o corpo do atleta, mas também uma carreira de sucesso, seus sonhos, seus sorrisos e todo amor que tinha no coração, simplesmente, porque foi incapaz de dizer não, de bater o pé no chão, escabelar-se, e de forma alguma subir em uma aeronave que não queria viajar por motivos óbvios.

“Temos que aprender a dizer NÃO”

E essa é a lição que a gente tira. O maior aprendizado que temos na vida. O de não se corromper. Temos que aprender a dizer NÃO. Não para todo o perigo desnecessário que a gente corre. Se o motorista estiver pisando demais no acelerador, grita para parar, sai do carro. Se ele estiver bêbado nem entra. Nenhuma amizade ou reputação de corajoso vale a sua vida. Até porque, convenhamos, nem é uma coragem muito inteligente. Então, deixe que zombem, que falem, que riam. O seu compromisso é consigo mesmo, com o seu instinto de preservação, dos seus sonhos.

Diga não às pessoas negativas, que colocam você em situações desagradáveis ou pedem favores sem noção. Não fale “talvez”, nem “vou ver”. Não se explique muito, nem dê desculpas, simplesmente decline. A vida é muito curta para ficarmos nos forçando a estar com quem não nos agrada, que baixa nossa energia e prejudica o nosso humor.

Diga não a um amor que lhe corrompe o tempo todo. Alguém que pede mais do que dá, que vive fazendo você se humilhar e passar por cima dos seus princípios porque sabe que você tem medo de perder. Pare de correr atrás, de ceder o tempo todo, de ser um bobo da corte, quiça, um escravo da relação. Ninguém que lhe ame de verdade vai colocar você nessa situação. Não se corrompa por atenção, isso é mendigar afeto.

Podemos não ter caído com um avião, mas cada vez que dizemos sim querendo dizer não, seja para uma relação doentia ou para tudo que vai de contra aos nossos valores, morremos um pouquinho. Cada vez que dizemos não querendo dizer sim, seja para um amor verdadeiro ou para uma mudança positiva de vida, nossa luz se apaga mais um pouco e nossa alma adoece.

“Não tenha vergonha nem medo de optar por não se corromper, pelo certo, pelo justo.”

Por isso, não deixe as pessoas invadirem seus espaços se essa não é sua vontade. Não importa o quanto insistam. Não se sinta mal pelo NÃO. Você não é um adolescente que precisa provar que pode. Não tenha vergonha nem medo de optar por não se corromper, pelo certo, pelo justo. Ao contrário, sinta-se bem por ter escolhido com maturidade. Tenha orgulho de ter personalidade e tomar a decisão certa. Dê-se valor e vá na direção que a sua alma anseia. Porque quem manda na sua vida não é a opinião dos outros. É o seu coração. É para ele que você deve todos os sins.

Por isso, use essa tragédia com o jogador para jamais esquecer que o “não” pode deixar os outros furiosos, mas liberta sua alma. E, caso ainda não saiba, a sua vida é muito mais importante que a fúria deles.

Por: Luciano Cazz

VEJA TAMBÉM




Luciano Cazz
Ator e escritor. Autor do livro "A tempestade depois do arco-íris"e do blog Inspirando Luz.