Sozinha, eu?

“Você está ficando velha, já tem quase 30 anos, precisa casar!” Por que????

Por que eu não posso ser feliz solteira? Por que eu preciso de um namorado, noivo, marido, para ser feliz? Por que não posso ser feliz comigo mesma, fazendo minhas coisas, vivendo minha vida em paz?

Quem foi que determinou que apenas as pessoas compromissadas são felizes? Eu conheço um monte de casais infelizes e conheço também muito solteiros felizes. E a felicidade ou a infelicidade não estão, diretamente, relacionadas ao estado civil das pessoas.

Eu não entendo aquelas pessoas que procuram um namorado desesperadamente. Isso pra mim se chama CARÊNCIA! Se você não consegue viver bem consigo mesma, tem algum problema aí. E provavelmente, esse problema está ligado à sua autoestima.

Não que eu seja autossuficiente, muito pelo contrário. Adoro estar com as pessoas e preciso delas. Mas antes de tudo eu preciso de mim mesma! Se eu não aguento ficar sozinha comigo, quem vai aguentar? Se eu não gosto da minha companhia, quem vai gostar?

Eu me faço feliz. Eu escolhi viver assim. “Antes só do que mal acompanhada?” Não! Eu não ando mal acompanhada. Tenho a mim e muitas pessoas ao meu redor. Pessoas especiais, que me entendem, me aceitam e caminham ao meu lado.

Eu não quero um namorado qualquer. Para ter um relacionamento infeliz, inseguro e destrutivo? Eu valorizo demais a minha vida para ligar ela à qualquer um. Pra quê? Só para mostrar ao mundo que eu tenho um namorado? Não preciso disso! Eu quero um cara legal, divertido, inteligente, charmoso…. Quero um relacionamento saudável, leve, que me acrescente, me incentive e me leve além.

Você acha que eu estou querendo demais? Pode ser! Talvez por isso eu ainda esteja solteira. Mas não tem problema. Eu não aceito menos que isso. Enquanto o certo não aparece eu sigo aqui. Me divertindo com meus amigos incríveis, minha família linda, meu cachorro, meus livros, meus filmes, meus passeios, alguns gatinhos interessantes que aparecem, minhas viagens, minhas baladas, meus porres, meus textos, minhas tardes no salão, minhas voltas no shopping e, principalmente, comigo mesma.

Solteira sim, sozinha nunca! Eu sempre terei a mim mesma!

__________
Escrito por Monika Jordão, colunista do Sábias Palavras

Escritores4-01

FONTESábias Palavras
TEXTO DEMonika Jordão
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS