Quem nunca ouviu falar em um hormônio chamado ocitocina?  Se ainda não escutou nada a respeito, vou lhe contar as maravilhas que ele é capaz de operar em sua vida! Esse componente é fabricado pelo nosso corpo e é liberado quando vivenciamos situações de ternura… Sim, ele é mundialmente conhecido como o emissor do amor, da empatia, etc…

Você já reparou como as pessoas estão se afastando cada vez mais, umas das outras? Você já notou que gestos de cordialidade, seja no ambiente de trabalho ou em ambientes familiares, estão se tornando mais raros? É claro que existem famílias que funcionam na base do amor, mas esse recurso está paulatinamente escasso em nossa sociedade.

As pessoas precisam saber que abraçar, acarinhar, beijar, enfim, qualquer gesto de carinho, libera ocitocina, e ela funciona como uma droga, atuando em nosso benefício.

Cada vez que sorrimos, que emitimos gestos generosos, estamos atraindo coisas maravilhosas, que estariam afastadas de nós, se não pudéssemos nos dar a chance de estimar os demais. Precisamos amar com mais ênfase, gostar com mais frequência, emitindo ao outro, um gesto de cordialidade, que fará bem, tanto para nós, como para o alvo do nosso gatilho.

Saiba disparar generosidade em suas atitudes. Saiba enviar ao próximo, esses bons sentimentos que você tem aí guardado dentro do seu coração. Experimente abraçar com mais frequência. Faça um esforço e abrace a sua mãe, o seu pai, o seu irmão, o seu primo, o seu filho, ou o seu funcionário. Você não precisa de uma ocasião especial para demonstrar afeto ao companheiro que reside ao seu lado. Isso despertará, dentro de si e do outro, poderosas correntes, que lhe encherão de ânimo e coragem para enfrentar os próximos obstáculos que a vida insiste em colocar para você.

Preciso mencionar que a ocitocina também é o hormônio que facilita o parto, promovendo as contrações e dilatação do colo uterino para a descida do bebê, no canal da pelve feminina. Nesse caso, para quem não sabe, ela pode ser vendida em forma de medicamento, também. Mas muito mais do que contribuir com o nascimento de um bebê, ela coopera na construção de possíveis harmonizações para a humanidade. Quando uma pessoa se doa à outra, os resultados serão sensações de bem-estar acompanhando ambas as partes. Quando nos socializamos de maneira positiva, se houver sentimentos envolvidos, ela também será liberada.

Para uma pessoa ser e crescer mentalmente saudável, ela precisará de todos esses ingredientes. E quando estiver em harmonia nesse sentido, tais recursos contribuirão e muito, com a sua melhora. Portanto, agora que você já sabe de tudo isso, que tal agir como um benfeitor para a sociedade? Sendo assim, evitaremos possíveis dores de cabeças, evitando que a agressividade contida dentro de nós, manifeste-se com maior frequência. Então, poderemos evitar possíveis dissabores, que poderiam ser nocivos para muitas pessoas…

Que tal agora ir até o seu parente mais próximo, um amigo, colega, ou mesmo um conhecido, para dizer-lhe palavras amorosas, como um bom dia, acompanhado de um sorriso convidativo?

Ou que tal escolher uma maneira de se relacionar, fazendo com que, a atmosfera existente, modifique-se para melhor? Comece no micro, para que o macro seja beneficiado. Os ingredientes que compõe o seu ciclo vivencial serão ricamente contemplados, e isso tende a se repercutir, para atingir outros ares.

Comece de algum lugar. Tenho certeza que você não se arrependerá de auxiliar as partículas contidas no globo com esse pequeno gesto, que pode parecer pouco, mas que, na verdade, desembocará em um ótimo desfecho. Pois todo o amor que você emitir, um dia retornará para você, e isso fará com que a sua vida se transforme para melhor, integralmente! A fonte do amor, será sempre inesgotável. Abra essa torneira e permita que a seiva se multiplique, incessantemente!

Eu sei que você é capaz de emanar tudo isso, para que todos nós sintamos que ninguém aqui caminha sozinho!

Que possamos propagar ao globo, tudo aquilo que gostaríamos de receber dos demais!

Por: Thiana Furtado

Imagem de capa: Євгеній Симоненко no Pexels


VEJA TAMBÉM




COMENTÁRIOS




Thiana Furtado
A autora é escritora, romancista, contista e colunista de algumas páginas... Atualmente, está trabalhando em livros desses gêneros descritos. A escrita para ela, é um dom, mas também é treino e conquista. Escreve desde os 16 anos e lançou o livro Minha vida com o transtorno esquizoafetivo, em outubro de 2018. Acredita que a vida não teria sentido, sem escrever. É um motor de arranque, um passatempo, mas também é trabalho, uma missão para tornar esse mundo um lugar menos denso de se viver. Acredita que a leitura pode transformar, em um sentido positivo, o dia, ou a vida de alguém. Ler livros é adentrar-se em uma aventura que nos transborda a alma...