Um vídeo emocionante tem comovido a todos nas redes sociais ao mostrar o momento que um bebê todo sorridente no colo de sua mãe que não conseguia esconder as lágrimas de felicidade em saber que estava voltando para casa com o pequeno guerreiro.

As imagens foram divulgadas por João Cordeiro, um dos pilotos que levou o bebê João Gabriel até São Paulo, em um transporte aeromédico do Corpo de Bombeiros. A família conseguiu a viagem por meio do Tratamento Fora do Domicílio (TFD).

Com apenas dois meses de vida, João Gabriel foi diagnosticado com leucemia mielóide aguda e precisou viajar de Porto Velho, Rondônia até São Paulo para fazer um tratamento no Hospital do Câncer em Barretos, interior de São Paulo.

Reprodução

Depois de quase seis meses de uma luta muito difícil, mas vitoriosa contra a doença, na viagem de volta para casa, o bebê foi aplaudido e homenageado pela tripulação e todos os passageiros presentes no avião.

Depois de mais de cinco meses de tratamento do outro lado do Brasil, o pequeno João Gabriel entrou em remissão e foi recebido com muito amor e carinho no caminho de volta para Porto Velho. Para a mãe, o bebê é um milagre.

“Para mim foi um sentimento muito bom, não só de dever cumprido, mas também de ver ele voltando curado, alegre… não tem preço”, comentou o piloto, de acordo com publicação no G1.

Contando ao Portal, Amanda Rodrigues disse que a gravidez foi muito tranquila, mas, assim que nasceu, João precisou ser internado. A teoria inicial era que ele poderia ter alergia à proteína do leite.

Porém, segundo a mãe, apesar de tomar todos os cuidados necessários contra a suposta alergia, seu filho não parecia melhorar.

Somente depois de dois meses e muitas consultas e internações, um dos médicos decidiu solicitar um exame na medula, que identificou uma doença rara: a leucemia mielóide aguda.

“Meu mundo caiu. A gente sempre acha que nunca vai acontecer com a gente. O doutor falou que foi uma coisa como ‘ganhar na mega sena’, muito rara de acontecer”, disse Amanda.

Ainda em estado de choque, Amanda queria o melhor tratamento possível para o filho. Foi quando ela conseguiu uma vaga no Hospital de Amor de Barretos, São Paulo.

A quase 3 mil quilômetros de distância, em estado crítico em uma UTI, foi necessário uma equipe de transporte aeromédico do Corpo de Bombeiros de Rondônia.

Amanda e o pequeno João embarcaram no voo para São Paulo para enfrentar o tratamento de quimioterapia, mas sempre cercado de muito amor.

Reprodução

No último dia 18 de outubro a batalha do João chegou ao final e ele finalmente pode retornar para casa. Para Amanda, tudo parece um milagre.

Dois dias depois de receber alta, mãe e filho já estavam no avião de volta para Rondônia.

Além de ser aplaudido e homenageado em pleno voo, toda família e amigos fizeram uma recepção no aeroporto, com direito a camisa personalizada, balões e muitas lágrimas de emoção.

Reprodução

“É um sonho você saber que tá voltando pra casa. Eu só sabia chorar. Eu contava os dias, as horas e os segundos”. “Ele é o bebê mais sorridente e feliz que eu já vi na minha vida”, disse a mãe de João.

Veja o vídeo emocionante publicado por João Cordeiro:

Imagem de Capa: Reprodução

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!