Na passada segunda-feira, dia 18, a empresa biotecnologia Moderna anunciou ter resultados preliminares positivos nos primeiros testes efectuadas em humanos relativamente à vacina criada para combater o coronavírus. Este teste foi realizado a um pequeno grupo de voluntários, tendo produzindo resposta imune em oito pacientes que a receberam, segundo a agência de notícias France Presse.

Muitas são as empresas a trabalhar para encontrar uma vacina contra este vírus que já provocou mais de 315.270 mortes em todo o mundo e pelo menos 4,7 milhões de casos confirmados. Aliás, segundo o último balanço da Organização Mundial de Saúde efectuado no dia 15 de Maio, há atualmente 118 vacinas contra o coronavírus a serem desenvolvidas, sendo que 8 se encontram em fase clínica (entre elas, a da empresa Moderna) e 110 em fase pré-clínica.

“A fase provisória 1, embora em estágio inicial, demonstra que a vacinação com o mRNA-1273 produz uma resposta imune da mesma magnitude que a provocada por infecção natural“, disse Tal Zaks, diretor médico da Moderna, em comunicado.

Este estudo clínico é realizado pelos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos, onde o governo investiu 500 milhões de dólares para essa potencial vacina, esperando assim que seja concluída até ao fim do ano.

Durante os testes, os pacientes receberam três doses diferentes da vacina. A fase 3, que envolve testar mais pessoas, começará em Julho, segundo a farmacêutica.

Abaixo poderá ver na integra a reportagem do O GLOBO:

Fonte: G1

Imagem de capa: Dimitri Houtteman de Unsplash

VEJA TAMBÉM




COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!