Na passada segunda-feira, dia 18, a empresa biotecnologia Moderna anunciou ter resultados preliminares positivos nos primeiros testes efectuadas em humanos relativamente à vacina criada para combater o coronavírus. Este teste foi realizado a um pequeno grupo de voluntários, tendo produzindo resposta imune em oito pacientes que a receberam, segundo a agência de notícias France Presse.

Muitas s√£o as empresas a trabalhar para encontrar uma vacina contra este v√≠rus que j√° provocou mais de 315.270 mortes em todo o mundo e pelo menos 4,7 milh√Ķes de casos confirmados. Ali√°s, segundo o √ļltimo balan√ßo da Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde efectuado no dia 15 de Maio, h√° atualmente 118 vacinas contra o coronav√≠rus a serem desenvolvidas, sendo que 8 se encontram em fase cl√≠nica (entre elas, a da empresa Moderna) e 110 em fase pr√©-cl√≠nica.

“A fase provis√≥ria 1, embora em est√°gio inicial, demonstra que a vacina√ß√£o com o mRNA-1273 produz uma resposta imune da mesma magnitude que a provocada por infec√ß√£o natural“, disse Tal Zaks, diretor m√©dico da Moderna, em comunicado.

Este estudo cl√≠nico √© realizado pelos Institutos Nacionais de Sa√ļde dos Estados Unidos, onde o governo investiu 500 milh√Ķes de d√≥lares para essa potencial vacina, esperando assim que seja conclu√≠da at√© ao fim do ano.

Durante os testes, os pacientes receberam três doses diferentes da vacina. A fase 3, que envolve testar mais pessoas, começará em Julho, segundo a farmacêutica.

Abaixo poder√° ver na integra a reportagem do O GLOBO:

Fonte: G1

Imagem de capa: Dimitri Houtteman de Unsplash

S√°bias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!