Em uma vila de Lingsugur, na Índia, o agricultor Hanumantha Saali, tinha uma cachorra que havia dado à luz a vários filhotes, porém infelizmente acabou falecendo, deixando uma ninhada de cãezinhos famintos e órfãos.

Para tentar alimentar os filhotes, Hanumantha improvisou mamadeiras, mas elas não eram suficientes. Ele tinha medo dos bebês morrerem por não ter a alimentação adequada.

Mas a curiosidade dos pequenos foi a salvação.

O dono dos filhotes tinha uma vaca, por conta do caso ser na índia, ela tinha diversas regalias. Ela era mantida em um local que era protegida do calor, frio, ventos e um lugar afastado dos demais animais.

Os filhotes, mesmo subnutridos, continuavam brincalhões e bastante curiosos, e saíram para uma aventura de exploração. Ao se aproximarem da vaca, ela imediatamente os aceitou e se deitou com eles no gramado.

Reprodução/Youtube

Rapidamente os bichinhos descobriram que a vaca possuía leite e eles decidiram se alimentar. A vaca adotou todos aqueles bebês fofos.

Graças a “gentileza” da vaca, os cãezinhos conseguiram crescer fortes e bem brincalhões, assim como eram quando filhotes. Nos dias atuais, não precisam mais do leite, porém sempre fazem visitas a sua “mãe de coração”.

Os sete cãezinhos passaram se alimentar de ração assim que a vaca começou a incentivá-los a comer pasto.

O elo criado por essa relação materna continua forte e provavelmente durará por toda a vida. Incrível!

Imagem de Capa: Reprodução/Youtube

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!