Tá precisando memorizar algumas coisas e tá difícil? Então conheça a memorização mnemônica. Essa é uma técnica de memorização muito útil na hora de estudar para provas, como por exemplo, vestibular, provas da faculdade ou concursos públicos. Isso pois os mnemônicos nos ajudam a lembrar com bem mais facilidade coisas que antes você acharia difíceis de serem memorizadas.

A memorização mnemônica é uma técnica que consiste basicamente em associar aquilo que você precisa memorizar com outras coisas que sejam mais fáceis de manter na memória. Funciona como se fosse uma ferramenta de auxílio à memorização.

Existem diversos exemplos de mnemônicos. Vamos a alguns.

Vamos supor que você queira lembrar quantos ministros têm no Supremo Tribunal Federal. São onze. Então você pode associar isso ao número de jogadores de um time de futebol.

Ok. Esse é um exemplo simples. Vamos à outros.

Digamos que agora o objetivo seja memorizar a ordem das operações matemáticas. Você pode memorizar a sigla PEMDAS que refere-se à:

1º – Parênteses
2º – Expoentes
3º – Multiplicação
4º – Divisão
5º – Adição
6º – Subtração

Agora um mnemônico para memorizar os princípios da administração pública segundo a Constituição Federal de 1988: LIMPE.

Legalidade
Impessoalidade
Moralidade
Publicidade
Eficiência

Uma outra forma bastante comum de utilização de mnemônicos é a criação de músicas para memorização de alguma coisa. Um exemplo clássico é a musiquinha para crianças memorizarem o abecedário. As campanhas publicitárias também se utilizam muito dessa ferramenta na forma da criação de jingles. Às pessoas ficam cantando suas musiquinhas e isso é utilizado pelas empresas para que os consumidores gravem suas marcas. Alguns jingles famosos são o do Big Mac “Dois hambúrgers, alface, queijo, molho especial …” e a do Danoninho “Me dá Danoninho, Danoninho dá…”.

Esse técnica também é muito utilizada por professores de cursinhos pré-vestibular que criam musiquinhas para ajudar seus alunos a memorizarem conteúdo para o vestibular.

Acrônimos são uma outra forma de utilização de mnemônicos. Os acrônimos nada mais são do que siglas. Por exemplo, CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) entre outras.

Também existe a técnica da utilização de imagens para memorização. Por exemplo, você pode memorizar que é o Dromedário que possui uma corcova pois Dromedário começa com a letra D que lembra apenas uma corcova enquanto as costas do camelo lembra a letra B pois possui duas corcovas.

Enfim, esses são apenas alguns exemplos de mnemônicos. Seguindo esse raciocínio, você pode criar os seus e com isso melhorar a sua capacidade de memorização.

Por: Juan O’Keeffe @ Evolução Pessoal

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Juan O'Keeffe
Juan O’Keeffe é empreendedor e escreve sobre desenvolvimento pessoal no seu blog evoluçãopessoal.com.br. É bacharel e mestre em Administração de Empresas e atuou por muitos anos no mercado corporativo em empresas multinacionais de grande porte como HP e Dell em atividades como desenvolvimento e gerência de projetos de software.