Se houvesse um génio numa garrafa que me desse um único desejo, sei exatamente o que desejaria. Eu queria nunca ter te conhecido.

Se eu nunca te tivesse conhecido, eu não saberia como é ter essa dor entorpecente de querer alguém que não posso ter.

Se eu nunca te tivesse conhecido, eu não saberia o que é ter o meu coração partido a toda sexta-feira quando estás com ela ao invés de mim.

Se eu nunca te tivesse conhecido, eu não saberia o que é sorrir e apoiar o teu relacionamento, desejando que eu estivesse deitada ao teu lado na cama em vez dela.

Se eu nunca te tivesse conhecido, eu não saberia o que é beber uma garrafa inteira de vinho, chorar até dormir, à espera de acordar contigo ao meu lado a dizeres que me amas.

Se eu nunca te tivesse conhecido, não saberia como a palavra “melhor amigo” pode soar tão bonita, mas tão dolorosa ao mesmo tempo. É uma palavra que me coloca num lugar especial no teu mundo, mas não no lugar especial que eu gostaria de ter.

Mas se eu nunca te tivesse conhecido…

Então eu não saberia como é ter alguém com quem eu possa conversar por horas sobre uma miríade de assuntos e não ficar entediada.

Então eu não saberia como é viajar com alguém tão fácil e confortavelmente, sem preocupações ou discussões.

Então eu não saberia como é conhecer alguém como a palma da minha mão e antecipar os pensamentos e necessidades dessa pessoa sem dizer uma palavra.

Então eu não saberia como é sorrir com a simples visão do nome de alguém na tela do celular.

Então eu não saberia o que é amar alguém de forma tão completa e incondicional, mesmo com a dor constante e lágrimas escondidas.

“(…) sei que tenho um pedaço do teu coração (…)”

Toda vez que estou contigo é agridoce porque sei que tenho um pedaço do teu coração, sendo a tua melhor amiga. Mas eu não sei quanto tempo posso ficar contente com apenas um pedaço de ti quando eu te quero por completo…

Cada centímetro de ti, do teu interessante penteado varrido pelo lado, aos teus pequenos olhos fofinhos que se enrugam quando sorris para a tua risada rouca que reverbera por todo o espaço ao meu redor, me cercando de calor.

Eu quero ouvir o jeito que dizes “ei …” numa voz arrastada e sexy quando atendes o meu telefonema, mas também quero ouvir isso à noite antes de irmos dormir enquanto me abraças ao teu lado.

Eu quero sentir a tua respiração quente contra a minha pele, os teus braços fortes a segurarem-me com força e ouvir-te dizer o quanto me amas.

Eu quero sentir o amor que eu sei que és capaz de dar, mas não como a teu melhor amiga, mas muito mais.

Eu desejo que possamos ser muito mais …

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras

Fonte: Thought Catalog

Autor: Jainie Left

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!