Eu estive conversando com um amigo esses dias (pois é eu tenho amigos, sabe que depois que eu deixei de ter redes sociais eu aumentei meus círculos de amizade engraçado) mas, voltando ao assunto, meu amigo estava super mal, fim de relacionamento, quebra de expectativas, dor, sofrimento e drama. Awwwwww vem pra mim que eu sei como é. (ironia) Bom e no meio das nossas longas conversas, eu me lembrei de uma coisa que eu li uma vez eu acho que pode ter sido no tumblr é sobre os 3 “S” que permeiam as etapas de um equilíbrio emocional ou de um fim de um romance. A frase dizia assim:

“Primeiro você sente muito, depois você sente falta, finalmente você não sente nada.”

Eu nunca mais me esqueci, porque são realmente etapas, que todo mundo que gostou um dia de alguém, que todo que tem coração (hahahah) passou. Às vezes a gente acha que está morando numa etapa, porque parece que não passa, mas ela passa, vai por mim. Na minha interpretação, do meu processo, na minha experiência foi mais ou menos assim:

*Primeiro você sente muito*: Olha é a fase do desespero. Acredite em mim, você é o seu pior inimigo, não confie em nada do que você pensar. NEVER. Você está na fase um de todo um processo de detox super complexo. É nessa fase que você corre o risco de escrever para o FDP, de falar tudo que você sente, e de ser severamente rejeitado (que vai ser ótimo lá pro final, vai por mim) Essa fase, vai te deixar vulnerável, carente, super baixa auto estima, você ainda está se vendo pelos olhos do maldito FDP que te deixou. E você vai ser seu pior inimigo. Porquê? Por que o nosso cérebro quer evitar sofrimento, cérebro quer resolver precisa eliminar sofrimento, ele quer te ver sorrindo, então ele vai te fazer ligar pra ele, fazer você ficar fuçando a vida dele no Facebook, insta, na porta toda pra acabar de vez com esse sofrimento. Portanto na fase do *Sente muito* você vai precisar ter discernimento, consciência e ficar longe de qualquer App de mensagem que você conseguir. E essa fase vai te testar e você vai oscilar emocionalmente. É você vai ter procurar estratégias pra burlar, e passar dessa fase com o mínimo de sofrimento possível, chore bastante, até você não aguentar mais.

*Depois você sente falta*: Essa parece com a primeira olhando de fora, você ainda sofre, mas dessa vez você tem consciência de que você não deve ligar, que você deve confiar no processo, que o melhor a fazer é ficar no seu canto. Mas você sente falta, você lembra de tudo que você fizeram juntos, você lembra ainda dos detalhes e sente saudades. Então meio que está na hora de substituir algumas lembranças, as boas lembranças, há pessoas que diz que faz bem colocar no papel os vacilos, para que você lembre que o ser era alguém normal, e você pode assim desmitificar, tirar ele do altar que você colocou, por que afinal, ele nem era tudo isso. Nessa fase ou na transição para a próxima você começa a perceber que *Eu não perdi tanta coisa assim.*

“Você não sente nada, nem amor ou raiva, é indiferente.”

*Finalmente Você não sente nada*: É a fase do recomeço, tu já acorda nova em folha, quando você vai meditar, você agradece o universo, e diz: ” i gave my best” eu fiz o melhor que pude. E você, recebe um SIM em neon piscando da vida, falando é isso aí kct. E finalmente, você volta a recuperar seu equilíbrio emocional, aos poucos retoma seus projetos e parte pra dentro da sua vida. Survivor!!! Você não sente nada, nem amor ou raiva, é indiferente. Tanto faz!! Mas tem uma pegadinha, os demônios parecem que sentem o cheiro de “Estou muito feliz sem você ” de longe, e se disfarçam de “oi sumida” pra desgraçar sua vida de novo. Mas você já encerrou o ciclo e é há uma boa chance de você dizer: *”Muito obrigada. Mas não tenho interesse.”* (claro que você pode substituir isso por vtnc, mas você não diz essas coisas né?)

Não é necessário que todo mundo atravesse o pântano da dor e sofrimento. Mas é importante que você respeite o seu processo de auto cura, eu sei que você pode ler, ouvir várias e várias pessoas, mas é a sua experiência que conta. As outras servem pra você ter uma base para se fortalecer, é bom saber que você não está sozinha, que está tudo bem você passar por isso. Não há culpado, aconteceu porque que tinha de acontecer. E você tem que seguir em frente, vou repetir é como sobre você se sente, e o que você faz com isso que vai transformar sua vida. Pensem nesses 3 “S”, em como eles estão sendo pra você nesse momento tá? Fiquem bem e olha vai passar. Tudo passa.❤

Por: Isabela Castro

Imagem de capa: Luis Quintero de Pexels

VEJA TAMBÉM




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!