Muitos devem estar a pensar, este agora vai falar sobre Deus e religiosidades, que seca, mas se pensarmos bem no início desta frase iremos perceber que algo ali não faz sentido.

Comecemos então pelo trevo de 4 folhas. Para muitos encontrar um trevo é sinal de força interior, é sinal de maré de sorte, e confiantes espalham essa notícia por todo o lado, seja por aqueles que passaram por nós, enquanto procuravamos o tal trevo, ou postam nas redes sociais, seja em histórias ou post, dizendo que a sorte estão do seu lado, e vendo bem, a sorte sempre lá esteve, não foi o trevo que a trouxe, mas a fé que acreditam nessa “sorte” é tanta que querem espalhar pelo mundo.

Até aqui, nada de novo. Agora passemos para a segunda parte da frase “Acreditar que Deus existe e nos ajuda no nosso dia-a-dia”.

São muitas as pessoas que acreditam que Deus existe, mas, sim existe um mas, a maioria dessas pessoas não têm aquela crença ou sentem aquele à vontade em espalhar essa crença por todo o mundo, pelas redes sociais, ou até mesmo, pelas pessoas que passam por nós como sentem ao espalhar a ‘sorte” do trevo de 4 folhas.

Pois bem, se formos fazer uma pequena comparação, reparamos em duas coisas:
Primeiro, o trevo é um “algo” visível, já Deus é um “Alguém” invisível. Até aqui está certo, nunca tivemos uma imagem visível de Deus.

“Deus é “visível” aos olhos do ser humano que acredita Nele, nós é que muitas vezes, estamos com os olhos tão fechados que não olhamos verdadeiramente para Deus.”

Segundo, no trevo nós podemos, tocar, sentir, ver, já Deus não podemos. Errado essa afirmação é errada. Deus é “visível” aos olhos do ser humano que acredita Nele, nós é que muitas vezes, estamos com os olhos tão fechados que não olhamos verdadeiramente para Deus.
Se tentarmos fazer uma lógica vemos que, Deus está na natureza, o trevo faz parte da Natureza, logo Deus está naquele trevo da “sorte”.

Ou seja com isso podemos concluir que, a sorte que o trevo transmite não é nada mais que a presença e força que Deus transmite na nossa vida através da natureza.

Mas o problema do ser humano é apenas um: MEDO. Medo de ser castigado por anunciar Deus, medo de ser gozado por acreditar em Deus, medo de ser abandonado pelos outros por falar com Deus, e por isso prefere esconder essa crença.

Sim sabemos que não é fácil manifestar Deus na nossa vida e que é mais fácil acreditar que um trevo, ou um amuleto, dá mais sorte na nossa vida, que Deus.

Mas tanto Deus como um amuleto, é tudo questão de acreditar e manter a fé nessa crença.
Se somos capazes de acreditar que um trevo, ou até mesmo um amuleto comprando numa loja, dá boa sorte, porque não somos capazes de acreditar que Deus está presente na nossa vida? Não deve a fé ser a mesma?

A verdadeira crença vêm de nós, e não dos outros. A nossa auto-estima não melhorou só porque lêmos um livro ou um artigo que nos dá dicas, mas sim, porque começamos a olhar pra nós de uma maneira diferente.
Nada na vida é sorte, mas sim força de vontade, se algo melhora na nossa vida é porque uma força dentro de nós despertou e nos ajudou a melhorar a nossa vida, seja num momento ou no resto da vida.

“(…) a verdadeira fé, é aquela que por mais que seja abalada, pelo mundo exterior, mantém se viva dentro de nós e nos ajuda a viver a vida melhor.”

Agora pensemos um pouco, a verdadeira fé, é aquela que por mais que seja abalada, pelo mundo exterior, mantém se viva dentro de nós e nos ajuda a viver a vida melhor.

Ou seja, se eu tiver um amuleto, ou até mesmo o trevo, e acredito que me trará sorte, haverá alguém que vai mentir isso, mas se temos fé, continuamos a acreditar que é verdade. Assim deve ser com Deus, muitos vão dizer que Ele não existe, mas eu se realmente acredito devo manter a minha fé e dizer isso ao mundo.

Deus existe sim, e se ainda assim tens dúvidas creio que isto te irá ajuda a acreditar, aqui vai 3 dicas:
– Deus é aquele amuleto invisível, que nao vês, mas mesmo não acreditando Ele te protege todos os dias e todas as noites.
-Deus é aquele trevo invisível, que não está na natureza, mas está plantado no teu coração e ao recolheres ele ilumina o teu dia quando tens o tal momento de “sorte”.
– Deus é aquele livro interior que, ao leres em silêncio ajuda te a encontrar as respostas que precisas para acreditar que tu és capaz de ser alguém na vida.

Deus existe e está no teu dia a dia, e se começares a ver as coisas e acreditar Nele da mesma maneira que acreditas nas coisas terrestres, tenho a certeza que tudo poderá mudar dentro de ti.

Deus não é uma pessoa fixa, Deus não é um objeto, mas é Algo, é Alguém, que a nossa fé molda, de acordo com cada momento da vida, seja num momento de dor, de alegrias ou então aquele momento de “sorte” que precisamos de vez enquanto na nossa vida.

Pensa nisso..

Autor: Abel Barbosa

Deixo-te aqui um vídeo que certamente irás gostar de ver – e principalmente, ouvir!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Abel Barbosa
Olá, eu sou o Abel tenho 28 anos e sou um aventureiro por natureza Gosto muito de passear, de estar com amigos, de ir ao cinema e de ouvir música, e claro sempre que possível gosto de me aventurar e de viajar. Sou uma pessoa meiga, sentimentalista, amiga de todo o mundo e sempre pronto a ajudar quem precisa. Gosto de escrever sobre aquilo que sinto, mesmo que muita vezes não tenha assim muita piada, mas sinto me bem ao desabafar o que me vai na alma através da escrita :)