Quando se trata de relacionamentos românticos, muitas vezes, os motivos de nossos parceiros são muito difíceis de serem revelados.

Pode ser terrivelmente difícil, especialmente no início do relacionamento. Enquanto você ainda está no período de se conhecer, quase nunca é fácil ver claramente como seu parceiro realmente se sente em relação a você.

E se eles estão agindo de alguma forma distantes, geralmente é muito cedo para dizer se é porque eles foram feridos em relacionamentos passados, ou se simplesmente não estão a fim de você.

Infelizmente, muitas pessoas se aproveitam dessa incerteza e brincam com seus sentimentos enquanto você segue. Eles usam sua sensibilidade em relação a eles para aproveitar ao máximo e depois passam para a próxima presa.

O único objetivo dessas pessoas é manipulá-lo enquanto seja divertido para elas. E no momento em que você para de seguir as regras deles, eles estão prontos para substituí-lo em um piscar de olhos.

Aqui estão cinco bandeiras vermelhas que seu parceiro não te ama, mas sim usa você.

1. Eles nunca pedem desculpas.

Se alguém realmente te ama, não pediria seu perdão sempre que ferir seus sentimentos? Eles não iriam querer consertar os danos que causaram? Quando alguém está profundamente arrependido pelo que fez e prova que merece uma segunda chance, provavelmente é amor.

No entanto, caso esse alguém não faça nada para reparar os pedaços quebrados que deixou e comece a agir como se nada de errado tivesse acontecido, ele pode estar apenas usando te usando.

2. Eles assumem que o tempo resolve tudo.

De fato, o tempo tem o poder de curar feridas emocionais. No entanto, não remove o dano. Por exemplo, se um ex-parceiro tentar voltar à sua vida depois de ter partido seu coração em um milhão de pedaços e agir como se a dor tivesse sido esquecida há muito tempo, suas intenções podem vir de um lugar sombrio.

Eles não apenas evitam assumir a responsabilidade por suas ações, mas também estão tentando atrapalhar suas emoções mais uma vez. Tal comportamento certamente indica um dos casos clássicos de manipulação.

3. Eles continuam fazendo coisas que te machucam.

Quando alguém está apenas tentando tirar vantagem de você, eles não levantariam um dedo para mudar por você. Se o seu parceiro não estiver emocionalmente envolvido com você, ele nem se incomodaria em parar de fazer as coisas que o intimidam.

Eles realmente não se importam se há algo neles que faz você se sentir desconfortável. Por que eles iriam? Afinal, o único objetivo deles é usar sua vulnerabilidade enquanto for conveniente.

4. Eles nunca estão lá para você.

Sim, isso é óbvio demais para ser esquecido, mas às vezes ainda fazemos. Não importa quantas vezes eles mostraram que não podemos contar com eles, ainda esperamos pacientemente que isso mude. Mas uma pergunta permanece: “Será que eles vão mudar?”

Toda vez que você precisa deles, eles nunca estão lá. Pelo contrário, se você não estiver lá para eles, eles agem como se você fosse a pior pessoa da Terra. Isso não tem nada a ver com amor. O amor deve ser generoso, compassivo e, o mais importante, mútuo.

5. Eles nem estão escondendo que estão usando você.

Se todas as bandeiras vermelhas acima estiverem presentes em seu relacionamento, seu parceiro ou ex nem está tentando esconder suas intenções. Caso eles estejam sempre ocupados quando você precisa deles, eles nunca se arrependem de seus erros, ou eles agem como se tudo estivesse bem quando é exatamente o contrário, eles não estão lhe dando nem uma razão para ficar.

Em vez disso, eles só estão usando você até que você abra os olhos para ver que foi manipulado, ou até que eles fiquem entediados e escolham outro brinquedo para brincar.

O amor pode ser um milhão de coisas, mas nunca se baseia em manipulação, jogos mentais e danos emocionais.

Caso você veja mesmo um desses sinais em seu relacionamento, você precisa reavaliar seriamente seus sentimentos por essa pessoa.

Por I Heart Intelligence

Traduzido e Adaptado por Equipe Sábias Palavras

Imagem de Capa: Reprodução

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!