A chegada de um bebé à família é sempre uma grande alegria, e era por isso mesmo que um casal britânico, Francesca e Lee Moore-Williams, estava a viver o seu conto-de-fadas.

Nascida há poucos meses, Bella era a nova bebé da família, sendo a irmã mais nova de Bobby.

Contudo, esta família feliz estava prestes a viver um verdadeiro pesadelo quando, um certo dia durante as férias, a pequena de apenas 18 meses começou a perder muito cabelo repentinamente e a ficar doente.

Rapidamente estes dirigiram-se ao hospital mais próximo, e foi então que receberam a pior notícia das suas vidas – Bella tinha anomalias no cérebro devido ao facto de não produzir a vitamina B12, uma enzima necessária para o desenvolvimento das células.

Sendo que apenas 1 em cada 60.000 pessoas sofrem daquela doença, os médicos não deram esperança aos pais, alertando-lhes para a realidade – ela não ia sobreviver.

Desesperados com a situação, Francesca e Lee acabaram por ter de tomar a decisão mais difícil das suas vidas: desligar as máquinas que mantinham a pequena Bella viva, acabando assim com o seu sofrimento.

No dia em questão, muitas foram as pessoas que quiseram não só despedir-se da menina, como dar apoio a estes pais que estavam absolutamente desolados. Contudo, quando estes se encontravam ao lado da pequena a chorar compulsivamente e a dar-lhe os últimos beijos, algo mágico aconteceu.

A pequena Bella apertou o dedo do pai com força e, como se tivesse regressado à vida, começou a chorar bem alto.

Tanto os pais como os próprios médicos ficaram sem palavras, não percebendo como tal era possível. Contudo, contra todas as expectativas, apenas alguns semanas depois e com alguma medicação, Bella pôde regressar a casa e hoje em dia, cinco meses depois, é uma menina completamente saudável e feliz.

Sem dúvida uma prova de que milagres acontecem quando menos esperamos! 🙏

Fonte: Histórias com Valor

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!