A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o medicamento Wegovy (semaglutida 2,4mg) para tratar sobrepeso (em caso de comorbidades) e obesidade no Brasil.

Wegovy

Já comercializado em outros países, como os Estados Unidos, o semaglutida é um medicamento injetável que atua como inibidor de apetite. O tratamento consiste em uma aplicação por semana, sob prescrição e acompanhamento médico.

Em estudos, o semaglutida levou a perda média de 15-17kg de gordura corporal em pacientes que fizeram uso do medicamento durante pouco mais de um ano.

Mas o moderador de apetite não deve ter uso indevido. Segundo nota publicada pela Anvisa, o remédio é indicado “na presença de pelo menos uma comorbidade relacionada ao peso, por exemplo, hiperglicemia (pré-diabetes ou diabetes mellitus tipo 2), hipertensão, dislipidemia, apneia obstrutiva do sono ou doença cardiovascular”.

Também não é recomendado para grávidas ou pessoas que estejam amamentando. Ele deve ser descontinuado ao menos dois meses antes de uma gravidez planejada.

Entre os possíveis efeitos colaterais durante o tratamento com a semaglutina, estão náusea, diarreia, vômito e intestino preso. E estudos ainda analisam se a perda de peso pode ser mantida a longo prazo.

Mas de qualquer forma, o tratamento com o medicamento deve ocorrer com acompanhamento que inclui alimentação saudável, prática de atividade física, controle emocional, consulta com endocrinologista e exames sempre que necessário.

Ainda não há data para que o Wegovy chegue ao mercado brasileiro pois ainda é necessário aguardar a finalização de outros processos como a definição de preços pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos.

Imagem de Capa: kei907 no Adobe Stock





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!