Não fico triste contigo, por me desiludires.. Fico triste comigo, por ainda me iludir.

[Porque estamos constantemente a iludir-nos? Porque raio inventamos uma desculpa na nossa cabeça para algo que sabemos, que pronto ‘não vale a pena’?!]

Falam-me de esperança, eu apenas acho que falamos de adiar algo.

A culpada sou eu por me iludir e por ser exigente porque sei o que quero, e acima de tudo sei o que mereço. Todos no fundo, sabemos!
Tu apenas, és tu. No teu mundo. Dando valor ao que faço por ti, claro. Mas esquecendo que me podes dar mais de ti…

[Porque por vezes planeamos coisas que são planeadas, apenas por nós… Na nossa cabeça. Damos ao outro o que somos totalmente, e desta maneira, esperamos que o outro seja de igual forma. O ser humano tem a escolha de trabalhar todos os dias para que a relação funcione, mas este trabalho é feito por duas pessoas, não por apenas por uma.]

“Será que sou a única a ver que podes dar mais? “

Será que não pensas assim? Será que não vês como me fazes sentir? Será que sou a única a ver que podes dar mais? Será que não tens, apenas capacidades de me surpreender?!

Talvez um dia, eu deixe de me preocupar e penses então que eu mudei.

Nessa altura, não vamos adiar mais.

Por: Sofia Sobral

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!