Um acordo pré-nupcial é um contrato determinado antes de um casal se casar. Normalmente, nesse acordo é listado todos os bens que cada pessoa possui (assim como as dívidas) e especifica quais serão os direitos de cada pessoa após a união.

Uma das razões mais comuns para querer fazer um acordo pré-nupcial é proteger os bens de umas das partes “rica”, mas também podem envolver outros motivos para se evitar discussões em caso de divórcio ou esclarecer direitos financeiros, ou para passar propriedades separadas para filhos de casamentos anteriores.

Uma mulher de 32 anos, casada há 6 anos, nos dá um vislumbre do que acontece quando a dinâmica financeira da família muda. “Antes de nos casarmos, ele me fez assinar um acordo pré-nupcial declarando que nossas finanças sempre seriam separadas”, compartilhou a autora de um post no reddit/AITA, explicando que “o motivo disso era porque ele estava ganhando muito dinheiro e eu estava na pós-graduação, então minha situação financeira era muito ruim, mas assinei mesmo assim.”

Hoje, a mulher já terminou os estudos e ganha mais de 3 vezes mais que o marido, e isso não passou despercebido quando a esposa fez uma grande compra e ele perguntou-se de onde ela tirou todo aquele dinheiro.

Ela nunca havia perguntado quanto ele ganha e ele também nunca perguntou a ela. Mas surpreendentemente, ele mudou de ideia depois de perceber que ela ganha muito mais que ele.

“Eu disse a ele que estava pensando em comprar um carro novo pois o que eu tinha era muito velho, eu o tinha desde meus tempos de graduação. Ele não estava realmente interessado e apenas me disse para pegar o que eu quisesse. Então, eu decidi dar o mergulho e comprar um Audi, eu estava muito animada como eu sempre quis um… e eu mostrei a ele meu carro… Ele ficou muito feliz por mim, mas depois perguntou-me quais eram as minhas mensalidades, pois o Audi era muito novo… neste momento eu disse-lhe que tinha feito a compra em dinheiro e que não tinha mensalidades.”, publicou a mulher no Reddit.

“Ele perguntou com que dinheiro e eu respondi que ganhava dinheiro mais do que suficiente para poder pagar. (…) Depois de algumas horas ele voltou para mim e disse que acha que devemos anular o pré-nupcial… Eu ri dele cara e perguntei por que eu concordaria com isso e sua resposta foi que somos casados e devemos compartilhar nossas finanças.”, continuou ela.

“Nunca compartilhamos finanças e eu estava bem com o que estávamos fazendo, e sua súbita mudança de opinião foi muito suspeita. Ele me chamou de um monte de nomes e saiu furioso e não voltou para casa e acho que ele contou à sua família sobre nossa briga e eles ligaram para me repreender e dizer como ele me apoiou enquanto eu estava estudando.”, completou a mulher em seu post.

O que vocês acham da postura da mulher? Acham que ela está certa?

Imagem de Capa: Canva

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!