Uma teoria que surgiu na internet, mostra que os pais devem deixar seus bebês chorando sozinhos até se acalmarem. Dessa forma, para que aprendam a dormir sozinhos, sem a companhia dos pais e criarem uma rotina de sono.

Após isso, o apresentar da TV Globo, Marcos Mion, compartilhou em suas redes sociais sobre o assunto, conquistando os usuários com a sua opinião.

“Deixa o bebe chorar no berço que ele acostuma e dorme sozinho”, começou Marcos Mion em seu desabafo.

“Mesmo inexperiente, aos 24 anos, no meu 1º filho, esse conselho já me dava arrepios! Como assim? Fazer meu filho se acostumar com o fato de que eu não vou ao seu resgate se ele chora? Ou pior, fazer uma criança se acostumar com seus medos e enfrentar traumas SOZINHA?! Oi?!

Mas isso não vai exatamente contra TUDO que um pai deve fazer? Que é dar asas E ENSINAR A VOAR? Não dar asas e jogar do prédio dizendo: tá sozinho agora campeão, se vira!

NUNCA deixei nenhum filho meu se esbugalhar de chorar até dormir de cansaço e desesperança! Aliás, nunca deixei filho meu dormir sozinho até querer! Quando eram pequenos sempre foram pra minha cama quando bem quiseram. E até hoje dormimos juntos!

Sei que muitas vezes sou um exemplo diferente do que pregam os livros de pediatria mais tradicionais! Mas não posso deixar de falar no que EU acredito!! Pode não ser bom pra algumas pessoas que estão lendo e tudo ótimo! Isso é a minha doutrina, dentro do meu espaço!

Sempre digo: que não seja por falta de amor e zelo!! Que seja por excesso! Que meus filhos, desde bebês, sintam que estarei lá quantas noites forem precisas até eles APRENDEREM a voar!

Com calma, tranquilidade e a certeza que se esticarem a mão, estarei numa distância segura pra alcançar, da mesma forma que sempre estava ali, sentado ao lado do berço para, ao menor sinal de choro, pousar minha mão sob suas barriguinhas e soprar em seus ouvidos: “papai está aqui. Pode ficar tranquilo”. Encham seus filhos de amor e segurança!”, completou.

Imagem de Capa: Reprodução/Facebook





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!