Um homem foi chamado de ‘o melhor chefe do mundo’ depois de desembolsar £ 400.000 – cerca de 2 milhões e meio em Reais -,de seu próprio bolso para presentear sua equipe em viagens nas férias, além de distribuir dinheiro.

Mark Neilson, afirma que cresceu em uma família pobre, da classe trabalhadora, e segue uma filosofia baseada no reconhecimento e prefere gastar dinheiro para recompensar o trabalho árduo do que vê-lo acumulando juros em sua conta bancária.

O patrão acredita que, a longo prazo, sua generosa metodologia valerá a pena porque seus funcionários ficarão mais motivados e, por sua vez, ganharão mais dinheiro para sua empresa de seguros de vida.

Somente neste ano, Mark pagou a viagem para 50 funcionários para a Islândia, outras dezenas de pessoas foram para uma estadia cinco estrelas em Cancun e ainda ofereceu dinheiro extra para os gastos.

“Gosto de retribuir e ajudar as pessoas a realizarem seus objetivos”, disse Mark, de acordo com publicação no The Mirror.

“A realidade é que, se eu motivar as pessoas a fazerem bem o seu trabalho, ou se houver um concurso que as motive a ganhar um pouco mais de dinheiro, elas trabalharão mais e permanecerão. Quero que as pessoas fiquem 10 anos, não 10 meses.”, revela.


“E não apenas no sentido monetário – é incrivelmente recompensador ver as pessoas construírem sua confiança e crescerem. Minha coisa favorita é pegar pessoas que nunca tiveram uma chance ou nunca tiveram a oportunidade de ganhar dinheiro e mostrar a elas como fazer.”, acrescentou.

Imagem de Capa: Instagram





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!