Uma mulher italiana se empolgou quando conheceu e se apaixonou por um argentino pelo Tinder: ela deixou seu país, mas quando chegou em Buenos Aires, a reação dele ao encontrá-la não foi a que ela esperava.

De acordo com publicação no TN, a italiana pediu uma única condição para contarem sua história: não revelar o seu rosto ou dar seu nome completo.

Julia conheceu Jorge há quase cinco anos, enquanto ele estava viajando pela Itália. “Nós dois combinamos no aplicativo e começamos a conversar. Não tivemos tempo de nos ver lá porque ele teve que voltar para o seu país.”, contou Julia ao TN.

Além disso, havia um grande obstáculo: Julia era casada e tinha família, então decidiram seguir seu contato pelo Facebook para que o marido não a descobrisse.

O relacionamento progrediu até que a mulher decidiu deixar sua vida para trás para viajar até a Argentina para morar com o homem. Ela estava tão apaixonada que nada mais importava. “Eu sabia o que estava acontecendo na Itália: uma família quase desesperada pela minha ausência, uma ótima mãe e um homem com quem vivo mesmo estando separados”, acrescentou.

Julia afirma que encontrou em Jorge o que sentia falta em sua vida. E decidiu que era o momento certo para começar uma nova vida, mesmo que ela tivesse que deixar seu marido e sua família.

“Eu me apaixonei por ele, me aproximei muito pela falta de carinho que ele tinha na minha casa, na minha família. Porque apesar de me amarem não souberam me dar o que eu realmente precisava. Ele fez: com palavras, brincadeiras, carinho, ele me deu o carinho que eu procurava”, disse Julia.

O argentino lhe enviou uma mensagem que indicava que era recíproco: “Venha, espero você em Buenos Aires”.

Mas em outra conversa com Jorge, antes de comprar a passagem aérea, ele fez com que ela entendesse que era melhor vir apenas dois meses. Se a relação se fortalecesse, ela voltaria ao seu país para pegar suas coisas e depois se mudaria definitivamente para Buenos Aires.

Foi no início de 2022, que tudo começou a desmoronar. Julia finalmente percorreu os mais de 10 mil quilômetros e encontrou Jorge pessoalmente no aeroporto de Buenos Aires, mas ficou muito decepcionada.

“Assim que o vi, disse-lhe o que sentia, fiquei muito feliz por poder fazê-lo. Eu disse a ele que apenas olhar para ele enchia meus olhos de amor. E que o que ele sentia de longe era verdadeiro e real. Muito forte”, disse ela.

No entanto, ele não sentia o mesmo: “Com toda a calma do mundo, ele me disse que não sente isso por mim. Que ele me vê como uma amiga, que ele sente ternura, mas não amor ou paixão. E o contrário acontece comigo.”

“Não sei como vou continuar vivendo”, contou Julia, entre lágrimas. “Eu ainda o amo. A única coisa que posso fazer é segurar as mãos dele com muita força e chorar. Claro que me sinto estúpida, mas eu o amo”, disse.

Agora terá que esperar até a data de sua passagem de volta para retornar ao seu país.

“Claro que me sinto estúpida, mas o amo (…) sinto-me completamente perdida. Na Itália não tenho o amor da minha vida, tenho aqui, mas agora ele diz que não me ama” , encerrou.

Imagem de Capa: prostooleh no Adobe Stock

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!