Para algumas pessoas, o Tinder é uma grande oportunidade para encontrar – talvez – o amor de suas vidas em aplicativo de namoros online. No entanto, outros o usam apenas como forma de “encontros fáceis”.

Infelizmente, Madison, uma mulher de 25 anos de Indiana, Estados Unidos, um encontro com um homem que ela conheceu no Tinder não acabou nada romântico.

Três semanas depois que começaram a trocar mensagens pelo aplicativo, Madison e seu “pretendente” decidiram ter um encontro real.

O que era para ser um jantar fora, se transformou em uma noite de cinema na casa do homem.

Assim que o casal entrou na casa, ele começou a insistir que Madison ingerisse bebida alcoólicas com ele. A mulher não gostou da ideia e chamou um Uber para poder ir embora para casa.
que tentou convencê-la de que desde

Surpreendentemente, enquanto ela esperava o táxi chegar, seu encontro ficou furioso com ela por não dormir com ele. No entanto, Madison foi inteligente o suficiente para gravar a conversa entre os dois e a publicou no TikTok.

@madi_bby95

Reposting this shîtbag #awareness #MACscaraface #toxic #mansplaining #tinder #badtinderdates #womenempowerment #fyp #fypシ #fypp

♬ original sound – madigarriott12

Seu vídeo revelou exatamente como algumas pessoas agem quando vão a um encontro com alguém que conheceram no Tinder.

No vídeo, o homem tentou envergonhar Madison por não concordar em ter relações com ele. Seus argumentos foram baseados no único fato de que eles se conheceram através do aplicativo de namoro, que assim que funciona. Além disso, ele até alegou que ela quem o enganou.

Para se defender, ela disse a ele que, se essa era a opinião dele sobre o propósito do Tinder, ele deveria ter sido mais direto em sua biografia. A isso, ele responde: “Se você disser isso, você não vai conseguir nenhum encontro no Tinder!”

Apesar de seus argumentos desconcertantes, Madison disse que seu comportamento era um exemplo claro de “masculinidade tóxica”.

Negando o óbvio, o homem diz que ela precisa “acordar” porque “essa é a porra da realidade ”. Ele ainda diz que está tentando “ajudar” e “salvá-la” de inconvenientes semelhantes no futuro.

Felizmente, a mulher conseguiu defender sua posição e voltar para casa em segurança.

Compartilhando a história angustiante, ela disse: “A pior parte foi que ele não achou que eu tinha o direito de dizer ‘não’, que eu era obrigada porque voltei para o apartamento dele.”

Infelizmente, o caso de Madison não é um incidente isolado. O vídeo de Madison é um exemplo justo de que, como ela diz, “não há problema em dizer ‘não’, independentemente do tempo que você dedica a um relacionamento”.

Imagem de Capa: Reprodução/TikTok

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!