Apesar da evolução dos tempos, a nossa sociedade está cada vez mais machista, surgindo todos os dias notícias de violência doméstica e situações de discriminação dos homens para com as mulheres. Contudo, a verdade é que muitas destas atitudes devem-se à educação que estes homens receberam – ou neste caso, a falta dela!

É por isso mesmo que Tavane Carvalho, mãe do pequeno Diogo de 4 anos, decidiu castigar o seu filho e obrigá-lo a pedir desculpa, após saber que este havia empurrado uma colega na escola.

Segundo esta, Diogo empurrou uma menina chamada Isabelle para poder passar ao invés de pedir licença. Assim sendo, Tavane fez questão de mostrar ao filho que isso não se faz e castigou-o deixando no quarto por algumas horas, permitindo apenas que este saísse para ir à casa-de-banho.

No dia seguinte, voltou a falar com o pequeno sobre a sua má atitude, e obrigou-o a levar um pequeno ramo de flores à menina que este havia empurrado e claro, a pedir-lhe desculpa.

Para servir de exemplo, Tavane tirou uma fotografia ao pequeno Diogo com o ramo de flores e partilhou-a no seu perfil do Facebook com a legenda:

“Depois de muita conversa, castigo ontem, hj foi o dia de levar flores para a coleguinha que ele empurrou ontem na escola. #naosebateemmulher #sóflores #sócarinho #vaiserumprincipe #nãoéfácil 🙌🏾❤️🍀”

De acordo com a professora de Diogo, este pediu desculpas e ofereceu as flores à menina., que aceitou o pedido de desculpas e retribuiu o abraço oferecido por ele após ter sido autorizada pela própria mãe, que estava ao seu lado no momento.

“Quando peguei ele na escola, eu perguntei se ele foi desculpado, ele disse que sim e que não iria mais repetir o erro. Agora é esperar que nunca aconteça mesmo”, contou Tavane.

Tal como foi escrito num comentário à publicação de Tavane, “depende dos pais e mães mostrar para esses pequenos que a cortesia e a proteção com as mulheres é muito importante, só assim vamos mudar essa sociedade machista!!”

COMPARTILHAR

VEJA TAMBÉM





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!