Tavane, a mãe do garoto, foi informada pelas professoras da escola onde seu filho estuda, que ele havia empurrado sua coleguinha. Ao invés dele pedir licença, o menino “atropelou” Isabelle para conseguir ganhar passagem.

Essa atitude do pequeno Diogo, que tinha quatro anos, se mostrou impaciente diante da frustação é normal, afinal ele é apenas uma criança.

Apesar disso, é necessário ensiná-lo desde cedo que esse tipo de atitude não está correto.

A mãe conta que deixou a criança de castigo em seu quarto por algumas horas, por consequência de sua atitude e que também refletisse sobre o seu comportamento.

Ela também comprou flores para que o Diogo levasse a Isabelle, como forma de pedir desculpa pela forma que a tratou.

“Depois de muita conversa, castigo ontem, hoje foi o dia de levar flores para a coleguinha que ele empurrou ontem na escola.” explicou a mãe.

Felizmente, Isabelle aceitou as desculpas do amiguinho e os dois fizeram as pazes com um grande abraço.

“Quando o peguei na escola, eu perguntei se ele foi desculpado, ele disse que sim e que não iria mais repetir o erro. Agora é esperar que nunca aconteça mesmo”, contou Tavane.

Imagem de Capa: Reprodução/Facebook





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!