Uma jovem viralizou nas redes sociais após compartilhar com seus seguidores uma experiência inacreditável.

A norte-americana Melanie Galeaz, de 22 anos, contou sobre como descobriu que havia esquecido um absorvente interno dentro de seu corpo por mais de dois anos durante sua adolescência.

Melanie compartilhou como foi a descoberta e, inclusive, deu detalhes de como foi a remoção do item que a recomendação de permanência máxima com o mesmo absorvente interno é de até 8 horas.

Através de vídeos publicados no TikTok, ela explicou que, quando era mais nova, foi picada por um carrapato de um veado e teve todos os sintomas da doença de Lyme.

@melaniegaleaz

Not my proudest moment #fyp

♬ original sound – <3

Os médicos que a atenderam a medicaram e mandaram ela embora para casa, pois estava bem. Porém, depois de um tempo, já no ensino médio, ela voltou a ter dores no corpo.

“Umas coisas realmente nojentas [estavam] acontecendo lá embaixo. Então, eu fui num médico, mas eu não mencionei os problemas íntimos – que eu sei que é minha culpa – mas o médico meio que estava me ignorando, estava sendo maldoso, ele era assustador, eu tinha tipo, 14 anos”, contou a jovem.

Mesmo com a melhora dos sintomas com os medicamentos, a região vaginal da jovem continuou bem ruim. Ela decidiu ter uma segunda opinião médica e foi assim que surpreendeu a ginecologista.

“Ela suspirou de surpresa. [..] Então, ela disse: ‘Você tem absorventes presos horizontalmente embaixo do seu colo do útero. Eu fiquei tipo: o quê?!”, revelou Melanie.

“Eles estavam se dissolvendo dentro de mim, então, ficavam se quebrando. E foi uma baita experiência desagradável”, contou.

“E ela não acreditava em mim, ela estava tipo: ‘isso não está preso em você há dois anos’. E eu ‘Bom, eu tenho tido problemas há dois anos, então não sei o que te dizer’”, afirmou Melanie.

Afinal, as dores de Melanie não eram doença de Lyme.

“Os médicos acham que tinha alguma infecção no meu corpo por causa do absorvente, o que faz sentido, e que aquela era só a reação do meu corpo”, explicou.

Por fim, ela afirmou que na verdade que eram três absorventes. “Durante esse período de dois anos, eu tirei um absorvente e outro veio junto com ele, e eu não tenho ideia de quanto ficou lá. Então, eu tive um dentro de mim por dois anos, um que ficou por um período desconhecido, e outro que ficou por tipo 8 horas”, disse.

@melaniegaleaz

Replying to @livvvv_420 don’t be mean to me I beg of you I know this was very bad and it could have ended very badly #fyp #foryoupage

♬ original sound – mel

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!