Uma ferida que a gente teima em cutucar, ou uma espinha que demora a curar, que parece ser muito normal e comum do nosso dia a dia, pode na verdade esconder uma doença gravíssima.

A empresária e influenciadora italiana Valentina Ferragni, de 28 anos, compartilhou em suas redes sociais um alerta para seus seguidores a procurar orientação médica sempre que encontrarem qualquer anormalidade em seus corpos.

Valentina foi diagnosticada com um tipo de câncer de pele raro após passar cerca de um ano achando que tinha apenas uma ‘espinha’ que nunca cicatrizava em seu rosto.

“Tenho 28 anos e esse câncer maligno é raro em gente da minha idade. Felizmente peguei a tempo”, escreveu na publicação.

Valentina postou em seu Instagram contando que havia passado por um procedimento cirúrgico, para retirar o que pensava ser uma “espinha” em sua testa. Segundo ela, a primeira hipótese dos médicos era que poderia ser um cisto, mas depois foi confirmado ser um tumor maligno.

“Infelizmente não era um cisto, mas sim um Carcinoma Basocelular, um câncer localizado em uma área específica, não dos mais perigosos para a saúde, mas para a pele. Os médicos disseram que foi a primeira vez que o viram em uma pessoa de 28 anos, geralmente em pessoas com cerca de 50/60 anos ou mais, então é muito raro nessa idade e o diagnóstico foi difícil.”

“Portanto, não hesite em ir ao médico se sentir que algo está mudando, se sua pele tiver um problema, se você não se sentir bem… saúde é a coisa mais importante de todas. E lembre-se, cada cicatriz é uma batalha que vencemos.”

Imagem de Capa: Instagram

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!