Lindaura Cavalcanti é uma idosa pernambucana de 95 anos que provou a todos que a idade avançada não é sinónimo de parar de viver – muito menos de estudar – tendo acabado a sua pós-graduação em direito processual na Sociedade Pernambucana de Cultura e Ensino, mesmo após ter enfrentado uma depressão que desenvolveu depois de perder o seu marido.

Tendo aprendido a ler e a escrever quando tinha apenas 4 anos de idade, Lindaura concluiu o curso de farmácia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Contudo, o seu sonho sempre foi ser advogada.

Meu pai era farmacêutico e meu irmão mais velho fez direito. Eu fiquei pensando desde criança em fazer direito. Hoje me sinto satisfeita, me sinto feliz”, contou a idosa numa entrevista ao telejornal NE TV, que não conseguiu ficar indiferente à força de Lindaura.

Sendo responsável por uma família bastante numerosa com seis filhos, onze netos e seis bisnetos, Lindaura deixou de ter muito tempo para os estudos depois do seu casamento, piorando ainda mais a sua situação ao ter desenvolvido uma depressão após o falecimento do seu marido. Contudo, o seu sonho acabou por falar mais alto, e aos 95 anos conseguiu superar a doença e terminar a sua tão desejada pós-graduação.

Ela mesmo buscava junto aos professores e os professores se disponibilizavam para ajudá-la de toda forma, porque não é todo dia que temos um aluno interessado

De acordo com os seus professores, a idosa é um verdadeiro exemplo de superação e dedicação, sendo que ela mesmo procurava os docentes por material para estudar. “Ela mesmo buscava junto aos professores e os professores se disponibilizavam para ajudá-la de toda forma, porque não é todo dia que temos um aluno interessado”, contou a professora Alexa Soares. E nem mesmo as dificuldades que tinha ao nível informático a impediram de realizar o seu sonho, escrevendo todos os seus trabalhos à mão.

Adorável idosa ia para a faculdade de ônibus e mesmo com o cansaço normal da idade, Lindaura estava sempre presente nas aulas.

Com a sua atitude positiva, a idosa serviu de grande exemplo para os seus colegas de turma que a consideram uma verdadeira inspiração. “Para nossa turma, ela é sinônimo de perseverança. É um exemplo a ser seguido. É um exemplo desse que o país precisa”, afirmou o colega de turma, Renato Miranda.

Mas se achas que ela vai parar por aqui, então estas bem enganada(o). Para Lindaura, o próximo passo agora é passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Além disso, já foi também convidada para fazer outra pós-graduação, mas desta vez em direito público.

COMPARTILHAR

VEJA TAMBÉM





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!