O inglês, Simon Charles Dorante-Day, de 56 anos, diz ser filho do rei Charles III e da rainha consorte, Camilla Parker-Bowles, e para provar, pede um teste de paternidade.

Depois de William ter sido nomeado príncipe de Gales, o engenheiro que vive atualmente na Austrália, afirma que ele é quem deve ser o próximo na linha de sucessão.

Na tentativa de obrigar o rei Charles a realizar um teste de DNA, Simon vai entrar com uma ação legal, de acordo com o Canal Australiano Seven News.

“Charles conseguiu o que queria: conseguiu o trono, conseguiu sua esposa, conseguiu tudo. Agora é hora de eu ter meu final feliz.”, disse Simon.

Imagem de Simon comparada com o Rei Charles III/ Reprodução 7News

O homem revela que nasceu em Portsmouth, no Reino Unido, no 5 de abril de 1966, e que foi adotado aos 18 meses de idade. Ele garante que, no leito da morte, sua avó adotiva lhe contou que era na verdade ele é um “filho secreto” de Charles e Camilla.

Imagem de Simon ao lado da rainha consorte Camila/ Reprodução 7News

Ambos os avós adotivos de Simon trabalharam para a rainha Elizabeth, em uma das suas casas reais e ele afirma que o rei Charles e a rainha consorte começaram a relação em 1965, um ano antes de seu nascimento.

Simon acrescenta ainda que antes do seu nascimento, a rainha Camilla estava ausente da cena real britânica e o rei foi para a Austrália em uma viagem.

O homem disse que Camilla manteve-o até aos oito meses de vida escondido do mundo, com a ajuda da família real e dos funcionários de segurança, e foi entregue aos cuidados da filha de um membro da equipa real, a avó adotiva de Simon.

Esta comparação de Simon e a Rainha Elizabeth provocou uma grande reação nas mídias sociais/ Reprodução 7News

Apesar de toda a história que conta, a linha cronológica de Simon contradiz os registos oficiais.

“Eu não vou recuar. Ainda estou lutando pela verdade.”, disse.

Imagem de Capa: Reprodução 7News

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!