Nos Estados Unidos, um homem foi flagrado no momento em que joga água com uma mangueira em uma moradora de rua.

O homem é Collier Gwin, dona da galeria Foster-Gwin Art & Antiques. Dessa maneira, Gwin pode ser preso por ter tomado essa atitude.

O vídeo publicado nas redes sociais, mostra um senhor, dono de uma galeria, dando um “banho” em uma mulher que estava sentada na rua.

Dessa forma, vídeo viralizou e recebeu vários comentários de internautas “revoltados” com a situação, muitos dizem que a atitude foi “desumana” e “cruel”.

De acordo com o San Francisco Chronicle, o senhor explica o porquê de ter feito aquilo: “Eu disse que você tem que se mudar; não posso limpar a rua; mover para baixo.”

“Ela começa a gritar coisas beligerantes, cuspir, gritar comigo. Nesse ponto ela estava tão fora de controle. Eu a borrifo com a mangueira e digo ‘Mova-se, mova-se. Eu ajudo você”, conclui.

Logo depois, uma investigação foi aberta pelo Departamento de Polícia de São Francisco. A promotora do caso, Brooke Jenkins, fez uma declaração em suas redes sociais sobre o assunto.

“Após a investigação do Departamento de Polícia de São Francisco e revisando todas as evidências fornecidas, meu escritório emitiu um mandado de prisão para Collier Gwin. Gwin é acusado de agressão por alegada pulverização intencional e ilegal de água em uma mulher em situação de rua em 09/01/23.”, publicou em suas redes sociais.

Desse modo, dia 18 de janeiro, Gwin foi preso e transportado para a Cadeia do Condado de São Francisco.

“Embora uma prisão tenha sido feita, esta continua sendo uma investigação aberta e ativa”, diz o Departamento de Polícia de São Francisco.

Publicado no UNILAD

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!