Lúcio Yanel é um violonista, cantor, compositor, ator e folclorista argentino que imigrou para o Brasil há mais de 30 anos, estando casado com a sua esposa Sueli há 25 anos. Infelizmente, há cerca de 11 anos, a sua esposa foi diagnosticada com Alzheimer, estando neste momento na fase mais grave da doença.

Sem conseguir falar, andar ou até mesmo alimentar-se sozinha, Sueli passa grande parte dos seus dias deitada na cama, chorando várias vezes ao longo do dia. Contudo, assim que Lúcio começa a tocar e a cantar para ela, esta pára de chorar para simplesmente ficar a ouvi-lo.

Uma foto emocionante de Lúcio a fazer uma serenata à sua esposa acabou por viralizar nas redes sociais, após este ter partilhado o momento com os seus seguidores na sua conta do Facebook com a legenda: “Já faz alguns anos, que o maldito Alzheimer, vai me roubando a minha amada companheira. E para que me sinta ao seu lado, minhas serenatas diárias. Ela é Sueli de Fátima, amada companheira, tu é o meu melhor público.”

Apesar do músico sempre ter sido bastante discreto quanto ao estado de saúde da sua esposa, este ficou cansado de mostrar para todo o mundo que era feliz, quando na realidade estava a passar por uma situação tão difícil quanto esta. Assim sendo, decidiu partilhar com os seus fãs a realidade da sua vida, nunca à espera que a sua publicação atingisse tamanha repercussão.

Eu não imaginei que ele fosse usar aquela imagem, porque meu pai é artista, sempre está arrumado nas fotos e naquela estava sem camisa. Mas ele me disse que não tinha problema estar daquele jeito, porque queria compartilhar aquele momento“, contou Pedro Giles, o filho mais novo de ambos, ao BBC News Brasil.

Segundo Lúcio, as serenatas que faz diariamente à sua esposa são uma forma de a alegrar e aliviar os sintomas da doença.

Desde que a minha esposa descobriu o Alzheimer, faço serenatas para ela praticamente todos os dias. Fiz isso de forma intuitiva, para alegrá-la. Depois, descobri que é uma boa alternativa para aliviar os sintomas da doença“, comentou. “Os médicos disseram que choro é uma das características que podem ser apresentadas por pacientes com Alzheimer avançado. Em alguns momentos, ela chora porque algo a incomoda e logo resolvemos o problema. Em outros, não há nenhum motivo. Mas sempre que ouve as serenatas, ela pára de chorar. Por isso posso dizer que ela gosta das minhas canções“, diz o artista.

Preciso cuidar dela, então não posso deixá-la sozinha

Devido ao estado de saúde da sua esposa, Lúcio deixou para trás uma parte da sua longa carreira como músico para se dedicar a cuidar de Sueli. “Preciso cuidar dela, então não posso deixá-la sozinha“, disse. Apesar de ainda continuar a fazer alguns espectáculos pelo país, estes são em menor quantidade.

Com o sucesso da sua publicação, Lúcio espera conseguir respostas que ajudem a melhorar a qualidade de vida da sua esposa para que esta não sofra tanto.

Tudo aponta que essa doença não tem cura. Não posso esperar muita coisa. Espero que a medicina avance e encontre respostas no futuro. Hoje, quero ajudá-la a não sofrer tanto. Mas não quero nenhum medicamento que a deixe ‘grogue’ e, praticamente, morta, porque não quero vê-la assim“, diz. “Mesmo com todas as dificuldades, eu jamais vou pensar que quero que Deus a leve. Por mais difícil que seja, quero que ele deixe a minha esposa aqui, porque eu me encarrego de cuidar dela.” ❤️

COMPARTILHAR

VEJA TAMBÉM





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!