Com a pandemia da COVID-19 intensificou-se a procura por formatos de trabalho que pudessem significar uma alternativa ao trabalho presencial. Muitos trabalhadores aderiram ao trabalho remoto, passando a exercer funções a partir do conforto de casa.

Porém, apesar de esta ser uma opção vantajosa em termos de conforto e possibilitar ao trabalhador evitar deslocações demoradas ou consequentes custos acrescidos, a verdade é que também fez com que crescesse o sentimento de isolamento social.

Para fazer frente a esta dificuldade e aumentar a produtividade de cada trabalhador, estando ao mesmo tempo envolvido num espaço que lhe permite aumentar a sua criatividade e socializar com diferentes profissionais, começaram a ganhar destaque os espaços de cowork.

O que são espaços de cowork?

São espaços que se assemelham a escritórios convencionais, mas que são partilhados por distintos profissionais, que podem pertencer a diferentes áreas e setores. Permitem ao trabalhador desenvolver os seus projetos e alcançar os seus objetivos profissionais com o mesmo conforto do lar, mas com a seriedade de um escritório.

Como escolher o espaço mais indicado para si?

Para poder decidir qual o espaço de cowork mais adequado às suas necessidades e às suas preferências, há alguns aspetos que deve ter em conta. Fique a conhecer alguns.

1.      Localização

Opte por um local próximo, que facilite as deslocações entre casa e trabalho. Lembre-se que, desse modo, reduz não só o tempo despendido nas viagens como os custos associados. Benéfico será também escolher um espaço que esteja rodeado por restaurantes, farmácias, transportes públicos e outros serviços úteis e aptos a agilizar o seu dia-a-dia.

2.      Qualidade da infraestrutura

Verifique o estado da infraestrutura e do que a mesma possui, como a velocidade da internet, a qualidade das impressoras e de outras ferramentas imprescindíveis ao seu trabalho, a conservação dos móveis incluídos no espaço, a disponibilidade de estacionamento no local, entre outros. Lembre-se que deve ser uma ótima alternativa ao teletrabalho e, portanto, tem de apresentar boas condições.

3.      Comodidades que o espaço oferece

Dê relevância às comodidades do espaço: nem todos os profissionais carecem do mesmo para o exercício da sua profissão e, por isso, é relevante verificar se o espaço se adequa às suas necessidades, por exemplo, se inclui cozinha apta a fazer as suas pausas de almoço, se apresenta casas de banho equipadas e higienizadas, salas privadas para receber clientes e realizar reuniões, entre outros.

4.      Possibilidades financeiras

Na sua escolha deve ter tem atenção as suas possibilidades financeiras e o que está disposto a gastar. Procure espaços com uma boa relação entre qualidade e preço e, se necessário, pesquise sobre espaços que possibilitem diferentes modalidades de adesão ou diferentes pacotes que englobam várias entradas e apresentam apenas os serviços que lhe interessam.

5.      Ambiente e o conforto

Uma vez que este é o local indicado para aumentar a sua criatividade e produtividade, garanta que o ambiente é tranquilo e sossegado, de modo a evitar distrações e garantir a qualidade do seu trabalho. Além do ambiente, priorize o conforto pois este é um fator que, quando afetado, é capaz de ter impacto não apenas no seu corpo, mas no modo como desenvolve as suas funções. É importante optar por um espaço onde se sinta realmente bem.

6.      Privacidade e segurança

Estar rodeado por outros profissionais de diferentes setores pode ser uma excelente oportunidade para fazer crescer o seu conhecimento, trocar experiências e melhorar os seus relacionamentos, no entanto, a lotação destes espaços pode pôr em causa a sua concentração. Se valoriza a privacidade, procure espaços que disponibilizem salas privadas ou então locais que permitam estar em contacto com outras pessoas, mas com alguma divisão. A segurança também é algo crucial, pelo que se deve informar sobre as medidas de segurança adotadas no local e deve escolher um espaço de cowork onde se sinta confortável e seguro para entrar e sair do espaço sempre que pretender sem ficar receoso de deixar os seus pertences.

7.      Comunidade

Se tiver oportunidade, informe-se sobre as empresas e os profissionais que frequentam o espaço. Pode ser interessante partilhar o espaço com pessoas que trabalham em áreas relacionadas com o seu negócio.

8.      Flexibilidade

Veja se o horário é compatível com a sua disponibilidade. Também a flexibilidade no que diz respeito à alteração do espaço de trabalho pode ser vantajosa para o aumento da produtividade. Se assim desejar, verifique se o seu plano de associação ou o seu contrato preveem a possibilidade de mudar de cenário.

O LACS, um cluster criativo que promove o networking, a sinergia e a inovação, pode ser uma opção para si: oferece soluções flexíveis de espaços de cowork em Lisboa, estúdios privados e ateliers, ajustando-se às preferências de cada um para que atinjam níveis elevados de inovação e competitividade.

VEJA TAMBÉM






Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!