Em Belo Horizonte, os porteiros de um condomínio acionaram os bombeiros pelo fato de acharem que a gata era um animal selvagem.

A gatinha se chama Massinha e tem apenas 7 meses. O seu tutor, Rodrigo Calil, conta que sua gata é da raça Bengal, que tem como característica pelagem semelhante à de uma onça.

No entanto, na madrugada do dia 10, ela desapareceu. Entretanto, os donos do animal só descobriram sobre isso horas depois que ela já havia sido solta em uma área de reserva ambiental.

Reprodução

O seu tutor só soube o que estava acontecendo na hora que acordou e viu seu celular, às 7 horas. Em celular, ele viu no grupo do condomínio, várias mensagens dos moradores pedindo para que evitassem o uso dos elevadores, pois havia uma onça a solta no prédio.

Desse modo, com as fotos enviadas no grupo, Rodrigo percebeu que se tratava de sua gata de estimação.

Logo depois de descobrir o que estava acontecendo, o rapaz foi até a mata à procura de Massinha.

Depois de um dia procurando Massinha, Rodrigo finalmente encontra sua gata e ela estava bem. O tutor teve ajuda de seus familiares e membros da ONG Grupo de Resgate Animal.

Em suas redes sociais, Rodrigo publica um vídeo que critica a atitude dos bombeiros, já que eles disseram que ajudariam nas buscas, mas não fizeram isso.

“Eles me ajudaram um tempo. Depois, foram embora”, critica Rodrigo, que registrou queixa na corregedoria do Corpo de Bombeiros.

O valor médio de um filhote da Massinha custa R$7.000 reais.

O Corpo de Bombeiros deu uma nota à imprensa, onde informa que ao chegar no local buscou informações sobre o animal e fizeram a procura do responsável pelo bicho. Ao não encontrar, imaginaram ser um animal selvagem e o soltaram num lugar próprio.

Reprodução

Imagem de Capa: Reprodução





Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!