Boo é uma gata de Harrogate, West Yorkshire que, tal como muitos da sua espécie, gosta de dar as suas voltas e espairecer um pouco. Contudo, um certo dia, não voltou para casa.

Estranhando a demora, a dona, Janet Adamowicz, começou a ficar desesperada e a procurá-la por todo o lado, chegando mesmo a afixar cartazes na rua para o caso de alguém a ter visto, mas sem sucesso. Apesar de a esperança ser sempre a altura a morrer, ao fim de um ano desaparecida, Janet achou que a gata já não iria voltar mais e decidiu então ocupar o lugar do seu coração que se encontrava vazio com duas novos gatinhos, Ollie e Tessie.

Contudo, 13 anos depois, a sua surpresa não podia ter sido maior ao receber um telefonema de uma clínica veterinária a 40 milhas de distância em Pocklington, East Yorks, em como tinham lá a sua gata.

Achando que se estavam a referir a Ollie e Tessie, Janet ficou confusa e disse que devia ser engano, já que os seus dois gatos estavam em casa. Foi então que eles lhe disseram que se tratava de Boo.

Achando estranha a situação, pois não conseguia acreditar que a gata tinha vivido tanto tempo fora de casa, a mulher dirigiu-se então à clinica, onde finalmente deu de caras com a sua gata que não só a reconhecia, como estava de boa saúde.

A ligação de ambas foi instantânea com Boo a reconhecer a sua “mãe” imediatamente e em poucos minutos os duas estavam a dar carinho uma à outra no meio de abraços e miados.

Assim que chegou a casa, os dois “irmãos” pareceram não gostar muito do seu regresso, mas verdade seja dita, ela foi a primeira, por isso tinha prioridade. Agora é esperar que não volte a desaparecer 😁

Felizmente uma história com um final feliz!

Fonte: UNILAD

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!