O autismo é um transtorno neurológico que tem aumentado por todo o Mundo, atingindo atualmente cerca de 60 em cada 10.000 crianças, desconhecendo-se ainda a razão para tal. Contudo, ainda existe muito preconceito para com crianças autistas, sendo estas frequentemente chamadas de “mal-educadas” por pessoas que simplesmente têm falta de conhecimento sobre o assunto.

Desta forma, só quem tem um filho autista, sabe bem o quão difícil pode ser lidar não só com as dificuldades típicas de uma pessoa autista, como com os olhares reprovadores de que esta é alvo, até porque, como qualquer pai ou mãe, estes apenas querem o bem-estar e felicidade dos seus filhos.

Foi por isso mesmo que uma mãe decidiu partilhar com o Mundo o que um simples gesto de alguém pode significar para a vida de um autista, ou neste caso, para a mãe da criança.

Vanessa Freire é mãe do pequeno Benjamim, um menino que foi diagnosticado com autismo quando tinha apenas um ano e oito meses. A notícia vai absolutamente devastadora, até porque a família não tinha muito conhecimento sobre este transtorno, contudo, juntos decidiram “levantar os braços” e procurar o máximo de informação que conseguissem, além de terapias que pudessem melhorar a qualidade de vida de Ben.

Cada autista é diferente um do outro! Assim como nós! Cada um tem sua característica! Então os livros ajudam sim, mas não quer dizer que eles são carimbos idênticos! Então nosso aprendizado é no dia a dia!”, contou Vanessa ao Razões Para Acreditar.

Graças à terapia da fala, hidroterapia, terapia ocupacional e psicólogos, Ben conseguiu melhorar bastante, sendo capaz de já dizer algumas palavras e suportar mais sons e luzes, além de que já ter interesses bem definidos, como animais marinhos, por exemplo. Aliás, foi precisamente um cartaz do Aquaman que estava exposto no Cinemark de Juagardem, Shopping em Juazeiro, Bahia, que chamou a atenção de Ben que acabou por originar algo absolutamente fantástico.

Sendo capaz de dizer os nomes dos animais tanto em português como em inglês, Ben acabou por impressionar um funcionário do cinema, Gabriel, que não conseguiu ficar indiferente ao menino. Contudo, o que a mãe não contava era que este tentasse aproximar-se do pequeno.

Segundo Vanessa, o jovem tentou “meter-se” com Ben ao perguntar-lhe o nome dos animais, mas este não lhe dava muita atenção. Contudo, este não desistiu e de forma bastante paciente, tentou começar a brincar com ele, mas Ben continuava a recusar falar com Gabriel. Foi então que este decidiu fazer algo diferente para chamar a atenção de Ben.

Percebendo a forte ligação que este tinha com a irmã, o jovem virou-se para a menina e perguntou-lhe se ela não queria ver os dragões de outro cartaz, pegando-lhe na mão, ao que esta acenou que sim.

Benjamim vendo aquilo, percebeu que podia confiar nele, já que a sua irmã foi junto! Então Benjamim foi ao encontro deles! Eles fingiram que Benjamim não estava ali… continuaram conversando! Como os dragões estavam altos, Benjamim pediu a Gabriel que pegasse no braço! Naquele momento, eu só pensei em pegar o celular e fazer a foto pra mostrar pro meu marido! Foi emocionante ver que Benjamim foi com um desconhecido, e confiou… e suportou o toque de um estranho! Me emocionei ao ver que um estranho tentou, tentou e tentou até conseguir! Depois que saiu do braço do funcionário eu pedi que ele desse tchau e ele deu… e entramos no cinema! Nesse dia pela primeira vez ele conseguiu assistir ao filme do começo até quase o finalzinho! Grande evolução!”, contou Vanessa.

Para Vanessa, o facto do jovem não ter desistido de interagir com Ben, fazendo-o de forma bastante paciente, foi sem dúvida muito importante, tendo acabado por partilhar a fotografia nas redes sociais, mostrando a todos o quanto um simples gesto fez a diferença.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Essa imagem pode ser algo corriqueiro e simples pra vc que vê! Mas pra nós familiares e amigos que convivemos com Ben é algo incrível! Benjamim nunca vai com ninguém, e pior ainda quando é estranho! O rapaz do @cinemarkoficial do @juagardenshopping tentou se chegar em Benjamim e ele todo arisco só gritando NÃO! Mas com toda paciencia do mundo o rapaz (não perguntei o nome, ficamos tão estasiados com a cena que nos passamos), foi chamando Marinna, e conseguiu a atenção de Brnjamim! E olha onde nosso pequeno Ben foi parar! No braço do estranho que com toda paciencia conquistou! Muito obrigada ao rapaz do Cinemark! O mundo precisa de pessoas mais educadas e atenciosas como você! @cinemarkoficial contratem mais pessoas humanas assim! O mundo será melhor! Eterna gratidão da familia Kikuti! #benautista #autismo #autista #tea #mundoazul #espectroautista #autism

Uma publicação partilhada por Vanessa Freire (@vanessa.kikuti) a

A sua publicação, apesar de não ter viralizado, foi bastante importante para outras pessoas que, tal como Vanessa, têm filhos autistas.

Depois do post, uma mãe me veio no direct e falou que seu filho de 9 anos amava filme, mas por ser autista ela nunca tinha levado ao cinema e que depois daquilo iria tentar! Uma semana depois veio me contar que levou… No começo a criança teve medo, mas depois ficou até o fim! Aquilo me emocionou! Me mostrou que estamos no caminho certo em mostrar as evoluções de Ben e que isso encoraja outros pais de autistas a encararem o mundo duro, que julga as birras, os gritos e as crises e simplesmente fingir demência perante aqueles olhares e fazer nossos filhos felizes!”, revelou Vanessa.

Que tal começarmos a julgar menos e a ajudar mais, tal como este funcionário o fez?? 👏

VEJA TAMBÉM




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!