Para quem não sabe, as abelhas desempenham um papel muito importante no nosso planeta, sendo absolutamente indispensável à nossa sobrevivência. Contudo, para a maioria das pessoas, estes não passam de insectos terríveis que nos podem causar muita dor com as suas picadas ou até mesmo, em casos mais extremos, uma intensa dificuldade em respirar.

Com o surgimento de pesticidas que são usados na agricultura a fim de afastar os insectos das plantações, a população das abelhas começou a declinar bastante, colocando em risco a vida humana.

“(…) França decidiu no dia 1 de Setembro de 2018 proibir o uso de cinco pesticidas neonicotinóides (…)”

Foi precisamente a pensar nisso que a França decidiu no dia 1 de Setembro de 2018 proibir o uso de cinco pesticidas neonicotinóides – classe de insecticidas derivados da nicotina – para proteger a sua população de abelhas.

Apesar da União Europeia já ter tomado a iniciativa de banir o uso de três pesticidas neonicotinóides – a clotianidina, o imidaclopride e o tiametoxam, a França foi ainda mais longe ao proibir o uso destes três juntamente com tiaclopride e acetamipride, tanto ao ar livre como em estufas.

Esta decisão foi aplaudida por apicultores e ambientalistas, contudo, houve quem não concordasse tanto com a mesma, como o caso dos produtores de beterraba sacarina e de cereais, que alertaram que isso poderia deixá-los indefesos na proteção das suas plantações contra outros insetos nocivos.

“(…) as abelhas podem mesmo dependentes de pesticidas neonicotinóides (…)”

De acordo com alguns estudos científicos, este tipo de pesticidas cortam a contagem de esperma das abelhas e interrompem as suas habilidades de memória e direção. Aliás, algumas pesquisas sugeriram até que as abelhas podem mesmo dependentes de pesticidas neonicotinóides, devido ao seu nível de nicotina.

Para evitar que estes produtos acabem por ser substituídos por outros, a França está a ponderar alargar a proibição a todos os produtos químicos que actuem da mesma forma.

Sem dúvida um grande passo para a sobrevivência das abelhas no nosso mundo!

COMPARTILHAR

VEJA TAMBÉM





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!