Muitas vezes (todos os dias, no caso de algumas pessoas) somos confrontados por pessoas que se acham maiores do que nós. Maiores em status, maiores em talento, maiores em conhecimento e em tudo mais que existe na face da Terra.

Nessas ocasiões, a vontade de ter alguma reação histérica e fazer com que o cidadão com complexo de superioridade enxergue o seu devido lugar no seu mundinho é gigantesca. Mas o melhor que temos a fazer é desligar, ignorar e seguir em frente.

“(…) com o tempo quem não quer o bem dos outros acaba por se sentir desconfortável (…)”

O mundo está cheio de pessoas que acreditam fazer melhor o trabalho de todo mundo, enganam, mentem e deturpam informações para se destacar. Fazem questão de gritar para todo mundo o quanto são especiais e merecem atenção. Ao contrário do que parece, todos percebem esse tipo de atitude e fica muito claro quem está sendo verdadeiro em suas ações. O que acontece, é que nem todos podem apenas utilizar o seu senso de justiça para mediar situações desse tipo, na maioria das vezes nos resta apenas suportar a convivência pesada e escura dessas pessoas e esperar. Sim, esperar, porque com o tempo quem não quer o bem dos outros acaba por se sentir desconfortável e deixa o espaço para alguém que se encaixe melhor em um ambiente leve e de companheirismo.

É doído e trabalhoso conviver com pessoas dominadoras e que pensam apenas em seu próprio sucesso. É necessário muito autocontrole e ignorar os ataques e investidas contra seu orgulho e crenças. Em todas as etapas da vida iremos encontrar pessoas mesquinhas pelo nosso caminho. Que possamos seguir em frente, cada vez mais fortalecidos e sempre com a cabeça erguida, pois os alvos de críticas costumam ser as personalidades que se destacam na multidão, que possuem um diferencial, que são, muitas vezes, o que esse crítico feroz queria ser.

“E é você que deve decidir qual o melhor caminho a percorrer.”

Ser diferente chama a atenção, dói no ego alheio e pode causar incômodo, mas não deixe que isso seja um obstáculo no seu crescimento, quem vive a sua vida é você. E é você que deve decidir qual o melhor caminho a percorrer. A opinião dos outros, bem, a opinião está na cabeça dos outros e é lá que ela deve ficar.

Por: Taíla Quadros

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!