Não havia mais nada que eu pudesse fazer! E acredite, eu amei lutei e chorei, fiz tudo para você não ir, mas você foi.

Arrumou um monte de desculpas, e mesmo assim não ficou claro o motivo pelo qual você quis ir. Talvez fosse só pelo desgaste, talvez você se apaixonou por outro alguém, talvez você só precise de um tempo para perceber que não precisa viver sem mim, ou simplesmente você não me ame mais, e só quer seguir com a sua vida. Mais não tenho certeza, já que você não deixou claro o motivo desse fim. Ou você não sabe explicar? Isso pode acontecer, não é?

“(…) já houve um tempo em que você faria tudo por mim (…)”

Sei que insiste em afirmar que não sentia o mesmo por mim. Talvez não agora, mas já houve um tempo em que você faria tudo por mim, assim como sempre fiz por você.

Sem dúvidas você me amava! Sei disso pela forma que me olhava nos olhos quando eu falava. Eu sabia exatamente quando tinha a sua atenção, eu sabia exatamente quando você estava bem ou mal com algo só de você olhar para mim. E de uma forma abstrata eu via os seus olhos brilhar, as expressões de satisfação por estar comigo era algo notável e surreal.

Contudo confesso que nos últimos meses antes de você partir me senti impreciso. Percebi logo que algo estava errado, mas você me conhece, sabe que eu ia fazer tudo para dar certo, ainda mais no fim.

Bem no fim você sabe o que houve mais. Eu tentei.

Foi incrível o que vivemos, tudo vai ficar para sempre em mim. A nossa musica, a promessa de casar na praia, de viajar pro Rio Grande do Sul e beber chocolate quente na neve, foi tudo um sonho com tendência a realidade. Eu não ficaria surpreso se um dia desses a gente se esbarre e você queira voltar para mim. Eu sei a marca que deixei na sua vida. De alguma forma sei disso.

Por: Marcos Feitoza

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!