Se estás à espera que ele seja perfeito, nunca vais encontrar alguém.

Nos últimos 5 anos de solteira, eu ouvi isso, ou algo similar, quase todas as vezes em que há uma menção de um possível homem na minha vida.

Quero dizer, eu entendo de onde as pessoas querem chegar. Aos olhos delas, eu sou extremamente exigente. Sempre que um homem em potencial entra em cena, descubro razões para não gostar dele antes mesmo de irmos a um encontro. Eu bebe demais. Ele é muito magro. Ele não sabe falar. Ele parece estranho. Literalmente qualquer falha que eu possa encontrar.

Mas a verdade é que eu identifico essas falhas porque simplesmente não sinto nada. Não estou interessada em conhecê-lo. Eu não me importo com o que ele está a fazer a cada segundo. Eu realmente nem sequer penso nele.

“(…) eu não estou à procura de perfeição.”

Eu entendo que nunca encontrarei um homem que seja perfeito. Mas eu não estou à procura de perfeição.

Tudo o que eu quero é ver um estranho, ou talvez até alguém que eu tenha conhecido antes, e de alguma forma começar uma conversa. Talvez nos sintamos atraídos um pelo outro imediatamente, talvez não. Falarmos sobre coisas aleatórias, e rirmos, e nos conectarmos com interesses comuns, e planearmos ver-nos novamente. A conversa ser fácil e apenas clicarmos.

E talvez a parte romântica também não esteja lá. Isso pode acontecer dias, meses ou anos depois. Eu só quero alguém que se transforme no meu melhor amigo porque nos damos um ao outro. Darmos certo desde o começo.

E então lentamente, ou rapidamente, ou de uma vez, quero sentir que poderíamos ser mais do que amigos. Como se houvesse algum aspecto romântico lá.

“Eu quero sentir que estou perto dele, como se eu não estivesse a forçar nada.”

Eu quero que seja natural. Eu quero sentir que estou perto dele, como se eu não estivesse a forçar nada. Eu quero estar animada com ele. Eu quero estar curiosa sobre ele. Eu quero borboletas. Eu quero que o meu coração bata. Eu quero sorrir descontroladamente. Eu quero ser capaz de chamar os meus amigos porque eu (finalmente) conheci alguém que eu realmente gosto e quem realmente gosta de mim. Eu quero ser tonta quando falo sobre ele. Eu quero corar apenas com o pensamento dele.

Eu quero sentir alguma coisa.

Isso é o que eu estou à espera.

E se eu não conseguir isso, então eu não quero nada.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Thought Catalog

Autora: Emily Bolton

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!