Não me vou sentar e tentar pensar em conversas, desculpas para enviar a primeira mensagem. Eu não me vou esforçar para continuar uma conversa que estás a deixar morrer com as tuas respostas “k” e “lol”. Eu não te vou forçar a falar comigo quando claramente não te poderias importar menos em me ter na tua vida.

Se passarmos semanas sem falar, tudo bem. Se nunca nos falarmos novamente, tudo bem também. Eu não vou mais assumir a total responsabilidade pela nossa amizade. Eu não me vou atirar a ti. Eu não te vou perseguir quando não retribuíste uma única coisa.

Eu não vou gastar horas no meu cabelo e maquilhagem antes de sair de casa, apenas para o caso de eu acidentalmente acabar por te encontrar. Eu não vou tirar vinte selfies consecutivas na esperança de que vejas o que eu publico online e me chames de bonita. Eu não vou sair do meu caminho para te impressionar. Eu não vou permitir que o meu mundo gire em torno de tu gostares ou não que eu volte.

“Tudo o que fiz até agora foi inútil. Eu não fiz com que tu me quisesses.”

Eu tenho feito 99% do esforço todo esse tempo e isso não me levou a lugar nenhum. Nós ainda não somos um casal. Tu ainda não me convidaste para sair. Tudo o que fiz até agora foi inútil. Eu não fiz com que tu me quisesses. Eu só me estraguei. Passei semanas a pensar demais e a esforçar-me para te tornar meu e falhei miseravelmente.

De agora em diante, vou parar de me importar tanto. Eu não vou manter a minha programação livre nos finais de semana apenas para estar disponível se me convidares para sair. Eu não vou abandonar os meus amigos quando me convidares no último segundo. Eu não te vou dar tudo o que queres nos dias em que decides prestar atenção em mim.

Eu tenho que começar a colocar-me em primeiro lugar para variar. Eu tenho que reorganizar as minhas prioridades, por isso eu estou no topo da lista e tu estás no fundo.

Se estivesses a esforçar-te também, as coisas seriam diferentes. Eu ficaria feliz em continuar a enviar mensagens doces e a gostar de fotos e a planear sessões de saídas. Mas essa não é a relação que temos. O nosso relacionamento é unilateral. O nosso relacionamento é injusto.

“Eu não me vou conformar com alguém que tira de mim sem dar nada em troca.”

Adiante, não vou gastar todo o meu tempo a pensar em ti quando tu nunca te incomodas em pensar em mim. Eu não vou ser a única pessoa a colocar todo o esforço. Eu não me vou conformar com alguém que tira de mim sem dar nada em troca.

Eu também mereço atenção. Eu mereço elogios e convites e boas mensagens matinais. Tu não deves ser o único a beneficiar enquanto eu estou a chorar por ti no canto.

Eu não estou a esforçar-me mais no nosso relacionamento. Nós nem teríamos um relacionamento se não fosse eu.

Traduzido e adaptado pela equipa de Sábias Palavras / Inspiring Life

Fonte: Thought Catalog

Autora: Holly Riordan

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!