Todos nós sabemos as vantagens e os beneficos de ter um cachorro como animal de estimação. Não só estes são uma das melhores companhias, capazes de nos alegrar até nos dias mais complicados, como nos ajudam a manter uma vida mais activa fisicamente, como os passeios e brincadeiras. Contudo, um estudo provou que os benefícios podem ser ainda melhores, já que ter um cachorro pode mesmo ajudar-nos a viver mais.

Este estudo sueco publicado na Scientific Reports concluiu que a posse de cachorros está associada a um risco reduzido de doenças cardiovasculares e morte, diminuindo o risco de morte de pessoas que vivem sozinhas em 33% e o risco de morte relacionada com problemas cardiovasculares em 36%, quando comparado a indivíduos que vivem sozinhos sem um animal de estimação. As chances de sofrerem um ataque cardíaco também reduziram para 11%.

“Um achado muito interessante no nosso estudo foi que a propriedade de cães foi especialmente proeminente como fator de proteção em pessoas que moram sozinhas, que é um grupo relatado anteriormente com maior risco de doença cardiovascular e morte do que aqueles que vivem numa casa com várias pessoas.”, disse Mwenya Mubanga, um autor do estudo e estudante de doutoramento na Universidade de Uppsala.

De acordo com o estudo que analisou mais de 3,4 milhões de indivíduos suecos com idades entre 40 e 80 anos, provenientes de uma base de dados nacional e do Swedish Twin Register, ao longo de um período de estudo de 12 anos, como único dono de um cachorro, um indivíduo é a única pessoa que o leva a passear e interage com ele em oposição a casais ou famílias com filhos, o que pode contribuir para uma maior proteção contra doenças cardiovasculares e morte.

“Sabemos que os donos de cães em geral têm um nível mais alto de atividade física, o que poderia ser uma explicação para os resultados observados”, disse Tove Fall, autor sénior do estudo e professor associado em epidemiologia na Universidade de Uppsala. Isso inclui levar o cachorro para passear em qualquer condição climática.

Além disso, os resultados sugerem também o aumento do bem-estar social e o desenvolvimento do sistema imunológico como razões adicionais pelas quais a posse de cachorros oferece proteção contra doenças cardiovasculares e morte, já que estes levam sujidade para as casas e lambem os seus donos, o que pode afetar o microbioma – as bactérias que vivem no intestino – e, portanto, a sua saúde.

Por isso, se ainda procuras um motivo para teres um cachorro como animal de estimação, melhor do que isto é impossível! Além disso, acredita que nunca irás sentir tanto amor como quando chegares a casa no fim de um dia de trabalho e veres aquele ser felpudo a abanar o rabo de alegria de te ver finalmente!

Fonte: Simplemost

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





COMENTÁRIOS




Sábias Palavras
Relaxa, dá largas à tua imaginação, identifica-te!